Imagem para capa

Uma leitura obrigatória e necessária. Rio-Paris-Rio, de Luciana Hidalgo

Caio Meira

Resumo


Em seu segundo romance, Luciana Hidalgo cria um caso de amor durante a ditadura, entre dois exilados brasileiros em Paris. Ao analisar Rio-Paris-Rio, Caio Meira chama a atenção para o fato de a autora não temer a realidade, preferindo incorporá-la à ficção, potencializada pelo desenvolvimento da subjetividade dos personagens e pela lida meticulosa com a linguagem. Assim, o receptor tem o prazer de apreciar uma narrativa densa e trabalhada, que lhe oferece, além disso, lentes acostumadas a ler momentos como o atual -- igualmente maculado pelo golpe.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.35520/flbc.2017.v9n17a17460

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 A revista Fórum de Literatura Brasileira Contemporânea utiliza Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


INDEXADORES E BASES DE DADOS

Google Scholar  Diadroim Base   DRJI  Livre     PKP Index ErihPlus Latindex