Imagem para capa

Sobre a necessária delicadeza ou O vagaroso tempo da diferença. Oficina do vagaroso tempo, de Glória Azevedo

Luciana Borges

Resumo


Luciana Borges apresenta a primeira incursão em contos de Glória Azevedo. O livro explicita sua temática lésbica na contracapa, porém o anúncio não quer excluir ou selecionar leitores, mas, sim, estabelecer um lugar específico de fala: a voz lesbiana na literatura, tradicionalmente marginalizada ou distorcida por excessiva erotização. A recomposição dessas “vozes-mulheres” é um projeto estético e político, porque, além da expressão artística, visa garantir representatividade a mulheres nem sempre abraçadas pelas fileiras feministas.


Palavras-chave


autoria feminina; contos lesbianos; estética e política

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRUETTO, Maria Teresa. Por uma literatura sem adjetivos. Tradução de Carmem Caccicarro. São Paulo: Pulo do Gato, 2012.

AZEVEDO, Glória. Oficina do vagaroso tempo. Rio de Janeiro: Autografia, 2018.

BATAILLE, Georges. O erotismo. Tradução de Fernando Scheibe. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

BUTLER, Judith. Problemas de gênero: feminismo e subversão da identidade. Tradução de Renato Aguiar. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003.

FERREIRA-PINTO, Cristina. “O desejo lesbiano no conto de escritoras brasileiras contemporâneas”. Revista Iberoamericana, pp. 405-21, jun. 1999. Disponível em: https://revistaiberoamericana.pitt.edu/ojs/index.php/Iberoamericana/article/view/6082/6258. Acesso em 01 mai. 2019.




DOI: https://doi.org/10.35520/flbc.2019.v11n22a28595

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - NãoComercial 4.0 Internacional.

 A revista Fórum de Literatura Brasileira Contemporânea utiliza Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


INDEXADORES E BASES DE DADOS

Google Scholar  Diadroim Base   DRJI  Livre     PKP Index ErihPlus Latindex