A CONCEPÇÃO ARISTOCRÁTICA DE MUNDO E OS USOS DO PASSADO: A APROPRIAÇÃO DO PAGANISMO INDO-EUROPEU PELA EXTREMA DIREITA FRANCESA NAS PÁGINAS REVISTA TERRE ET PEUPLE

Victor Barone

Resumo


O presente artigo, que é parte de uma pesquisa de iniciação cientifica, visa investigar os usos e abusos do passado, especialmente da Antiguidade, levados a cabo por um grupo que integra e chamada Nouvelle Droite, ou nova direita francesa. O grupo ora analisado se manifesta por meio de publicações acadêmicas ou de vulgarização na revista trimestral Terre et Peuple (Terra e Povo), se valendo fortemente de uma concepção de História Antiga que se mescla com as ideias de identidade nacional e supranacional, de modo a fomentar a mobilização do paganismo indo-europeu como herança legitimamente europeia a ser rememorada. Como veremos, essa apropriação do passado não é desnudada de interesses políticos e nem poderia sê-lo; ela firma raízes e ganha potência em momentos sociais e econômicos muito particulares.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista GAÎA