A OPERAÇÃO DAS MASCULINIDADES NOS DISCURSOS DO IHGB: PASSADO CLÁSSICO E PRESENTE NA PRIMEIRA REPÚBLICA BRASILEIRA

Mariana Fujikawa

Resumo


Este artigo é resultado de um trabalho realizado para uma disciplina da pós-graduação de História, ministrada pela professora Doutora Ana Paula Vosne Martins. Nesta disciplina deveríamos realizar um trabalho final em que apresentássemos um aprofundamento de algum aspecto que poderia ser melhorado em nossa pesquisa ou de mestrado, ou de doutorado. Neste artigo viso, então, aprofundar teoricamente questões de interesse de minha pesquisa de mestrado, orientado pela professora Doutora Renata Senna Garraffoni. Nesta etapa acadêmica, viso analisar quais as relações feitas pelos membros do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro sobre o passado greco-romano. Uma hipótese é a de que, ao trazerem aspectos dos clássicos para seus presentes, os intelectuais do Instituto construíam moldes do que seria o ser humano e, mais especificamente, o que seria o modelo do homem. Partindo dessa ideia, consideramos de fundamental importância nos embasarmos teoricamente sobre os estudos de recepção do mundo antigo, aos estudos de gênero e de masculinidade. Nesse sentido, o artigo se configura abordando essas relações, assim como possui uma análise de minha documentação, que são as Revistas do IHGB.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista GAÎA