O ORÁCULO COMO SUPORTE ATIVO ATRAVÉS DOS TEMPOS: UMA PERSPECTIVA WARBURGIANA

Autores

  • Mirna Xavier Gonçalves

Palavras-chave:

Tarot, Atlas, Oráculo, Atlas Mnemosyne, Antiguidade

Resumo

O ponto de partida deste trabalho é a organização ativa de itens para uma leitura de imagens, correlacionando dois temas: a prática oracular e o Atlas Mnemosyne proposto por Aby Warburg. Esta justaposição, proposta também por Georges Didi-Huberman através do oráculo etrusco conhecido como Fígado de Piacenza, é voltada para o tarô, item exibido na prancha 50-51 do Atlas. Este estudo visa levantar paralelos entre as possibilidades reveladas pelo Atlas e o tarô, que convergem, assim como o trabalho do historiador alemão, na direção da Antiguidade, da conexão entre elementos visuais e do explorar do oculto em suas constituições.

Downloads

Publicado

2021-09-22

Edição

Seção

Artigos