Da 'casa vazia' de Philippe Lejeune ao neologismo de Serge Doubrovsky: os primórdios do conceito de autoficção no século XX

Andrea Czarnobay Perrot

Resumo


O termo "autoficção" surge, primeiramente na crítica literária francesa, somente na década de 1970 do século XX. Isso não significa, porém, que obras escritas anteriormente não possam ser assim nomeadas. Quando surge, em meio ao diálogo entre dois teóricos franceses, Philippe Lejeune (o qual estabelece a teoria da autobiografia, gênero do qual se origina a autoficção) e Serge Doubrovsky, designa não um novo gênero literário, como mais tarde veio a se firmar, mas como uma maneira de nomear uma literatura inovadora, como a escrita por Doubrovsky. Este trabalho visa apontar, nos escritos desses dois precursores da teoria sobre a autoficção (e também nos de autores que com eles dialogam), as características primordiais do gênero autoficcional.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.