A literatura dos povos indígenas canadenses e a construção do conhecimento através da lenda e da tradição oral

Eduardo de Souza Saraiva

Resumo


A tradição oral pode ser considerada como a base da transmissão do conhecimento de uma geração para a outra dentro das comunidades indígenas. Foi através das narrativas orais que os povos nativos mantiveram seus laços coesos e suas estórias em constante movimento. O objetivo da oratória indígena era transmitir as lendas, os mitos e as canções das comunidades, fazendo com que os aspectos culturais e identitários dos grupos fossem compartilhados e preservados ao longo do tempo. Contudo, as narrativas orais não eram moldadas para serem lidas, mas antes compartilhadas por meio de performances de contação de estórias. Ou seja, a literatura das sociedades ameríndias era uma literatura de caráter oral, idealizada e difundida pelos mecanismos da tradição oral. Assim sendo, o objetivo deste artigo é o de analisar duas lendas literárias: “The recluse” (“O solitário”) e “The lost salmon-run” (“A última pesca do salmão”) ambas presentes na obra Legends of Vancouver (1911), de Emily Pauline Johnson, levando em consideração o modo como a autora por meio do texto literário em um formato escrito resgatou o gênero folclórico lenda e a tradição oral para construir lendas literárias que espelham a performance oral.


Texto completo:

PDF

Referências


ARMSTRONG, Jeannette. Aboriginal Literatures: A distinctive genre within Canadian literature. In: BEAVON, Daniel; NEWHOUSE, David; VOYAGEUR, Cora. Hidden in plain sight: contributions of Aboriginal peoples to Canadian identity and culture. v.1. Toronto: University of Toronto Press, 2007. p. 180-187.

BERGERON, Bertrand. No reino da lenda. Tradução de Sylvie Dion e Danieli de Quadros. Cadernos do programa de Pós-Graduação em Letras da FURG (série traduções), v. 6, set. 2010.

DÉGH, Linda. Legend and belief: dialects of a folklore genre. Bloomington: University of Indiana Press, 2001.

DÉGH, Linda; VÁZSONYI, Andrew. Legend and belief. Genre, v. IV, n. 3, p. 281-303, set. 1971.

DION, Sylvie. A lenda urbana: um gênero narrativo de grande mobilidade cultural. Boitatá. n. 6, p. 1-13, ago/dez. 2008.

EIGENBROD, Renate; HULAN, Renée. A layering of voices: Aboriginal oral traditions. In: _____ (eds.). Aboriginal oral tradition: theory, practice, ethic. Michigan: Fernwood Publishing, 2008. p. 7-12.

HYMES, Dell. Breakthrough into performance. In: BEN-AMOS, Dan; GOLDSTEIN, Kenneth S. (eds.). Folklore: performance and communication. Paris: Mouton, 1975. p. 9-75.

JOHNSON, Emily Pauline. Legends of Vancouver. Vancouver: David Spencer, 1911.

LANE, Richard J. The Routledge concise history of Canadian literature. Nova York: Routledge, 2011.

LUTZ, Hartmut. Aboriginal literatures in Canada: multiculturalism and fourth world decolonization. In: SEPSI, Enikö. et al. Indigenous perspectives of North America: a collection of studies. Cambridge: Cambridge Scholars Publishing, 2014. p. 51-76.

MARACLE, Lee. Oratory on Oratory. In: KAMBOURELI, Smaro; MIKI, Roy (eds.). Trans.Can.Lit: resituating the study of Canadian Literature. Waterloo: Wilfrid Laurier University Press, 2007. p. 55-70.

MURRAY, Janette. What is Native American literature? Disponível em: http://www3.brandonu.ca/cjns/5.2/murray.pdf. Acesso em: 27 mar. 2018.

NICOLAISEN, Wilhelm Fritz Hermann. Legends as narrative response. In: SMITH, Paul (ed.). Perspectives on contemporary legends. v.1. Sheffield: Sheffield Academic Press, 1984. p. 167-178.

ONG, Walter J. Oralidade e cultura escrita: a tecnologização da palavra. Tradução Enid Abreu Dobránszky. Campinas: Papirus, 1998.

PETRONE, Penny. Native literature in Canada: from the oral tradition to the present. Toronto: Oxford University Press, 1990.

RAMÍREZ, Susan Berry Brill de. Contemporary American Indian literatures and the oral tradition. Tucson: University of Arizona Press, 1999.

SOUZA, Lynn Mario T. Menezes de. Que história é essa? A escrita indígena no Brasil. In: SANTOS, Eloína Prati (org.). Perspectivas da literatura ameríndia no Brasil, Estados Unidos e Canadá. Feira de Santana: Universidade Estadual de Feira de Santana, 2003. p. 123-137.

TANGHERLINI, Timothy R. “It happened not too far from here...”: a survey of legend theory and characterization. Western Folklore, v. 49, n. 4, p. 371-390, out. 1990.

_____. Interpreting legend: Danish storytellers and their repertoires. Nova York: Routledge, 1994.

TOORN, Penny Van. Aboriginal writing. In: KRÖLLER, Eva-Marie (ed.). The Cambridge Companion to Canadian literature. Cambridge: Cambridge University Press, 2004. p. 22-48.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.