“Por que deve um homem morrer?” -- o absurdo da morte em Paul Auster e Philip Roth

Maria Castanho Caú

Resumo


Uma anaÌlise comparativa da temaÌtica da morte em A invenção da solidão, de Paul Auster, e PatrimoÌ‚nio, de Philip Roth. Morte do pai. O absurdo camusiano. Morte e irracional. Morte e memoÌria. Criação sem futuro.

Palavras-chave: Philip Roth, Paul Auster, existencialismo, memoÌria. 


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.