Desfiando as amarras patriarcais: a subversão do mito de Penélope em "A Moça Tecelã", de Marina Colasanti

Maria Cláudia Simões

Resumo


Este artigo visa a analisar o conto “A Moça Tecelã”, de Marina Colasanti, investigando a representação da subversão do mito grego de Penélope no texto, e a discutir a dominação masculina e o papel estabelecido às mulheres por sociedades patriarcais.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, Regina C. dos S.; RONQUI, Ângela S. A representação da violência contra a mulher em alguns contos de Marina Colasanti. In: Ipotesi: Juiz de Fora, 2009, v. 13, n. 2, p. 127-133.

BEAUVOIR, Simone de. O segundo sexo: fatos e mitos. 2ª ed. Tradução: Sérgio Millet. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980a, v. 1.

______. O segundo sexo: a experiência vivida. 2ª ed. Tradução: Sérgio Millet. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1980b, v. 2.

BOURDIEU, Pierre. A dominação masculina. 4ª ed. Tradução: Maria Helena Kühner. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2005.

BRANDÃO, Junito de Souza. Mitologia grega. 7ª ed. Petrópolis: Vozes, 1997, vol. III.

COLASANTI, Marina. A moça tecelã. 12ª ed. In: ______. Doze reis e a moça no labirinto do vento. Rio de Janeiro: Global, 2006, p. 10-14.

CROWLEY, Helen. Women and the domestic sphere. In: HALL, Stuart et al (Ed.). Modernity: an introduction to modern societies. Malden: Blackwell Publishing, 2005, p. 343-362.

CUNHA, Helena Parente. A decantada fidelidade de Penélope: Myriam Fraga e a revisão do mito num olhar pós-moderno. In: SocioPoética: Campina Grande, 2010, vol. I, n. 5, p. 105-113.

FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. 22ª ed. Tradução: Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 2000.

FRYE, Marilyn. The politics of reality. In: GOULD, Carol C. (Ed.). Key concepts in critical theory: gender. New Jersey: Humanities Press, 1997, p. 91-102.

HALL, Catherine. White, male and middle class: explorations in feminism and history. Malden: Polity Press, 2007.

HOMERO. Odisseia. Tradução: Carlos Alberto Nunes. Rio de Janeiro: Ediouro, 1997.

HOOKS, Bell. Sisterhood: political solidarity between women. In: McCLINTOCK, Anne et al (Ed.). Dangerous liaisons: gender, nation, and postcolonial perspectives. Minneapolis: University of Minnesota Press, 1997, p. 396-411.

HUTCHEON, Linda. The politics of postmodernism. New York: Routledge, 2003.

______. A poetics of postmodernism: history, theory, fiction. New York: Routledge, 2000.

RICH, Adrienne. When we dead awaken: writing as re-vision. In: College English: 1972, vol. 34, n. 1. Disponível em: . Acesso em: 11 jul. 2011, p. 18-30.

RUTHVEN, K. K. Dismantling androcentric assumptions. In: ______. Feminist literary studies. New York: Cambridge University Press, 1990. p. 59-92.

WEEKS, Jeffrey. The body and sexuality. In: HALL, Stuart et al (Ed.). Modernity: an introduction to modern societies. Malden: Blackwell Publishing, 2005, p. 363-394.

WILLIAMS, Heather. bell hooks speaks up. In: The Sandspur. February 10, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.