Resenha de Gênero: conceitos-chave em filosofia

Cremilson Oliveira Ramos

Resumo


Na obra Gênero: conceitos chaves em Filosofia, Tina Chanter coloca em questão a conceituação que o gênero adquire na contemporaneidade e os usos que o feminismo faz do mesmo. Por meio de uma reflexão filosófica acerca das formas como o gênero pode ser entendido, a autora nos leva a refletir sobre a instabilidade dessa categoria e o fato de ela estar necessariamente atrelada a outras categorias como classe, raça e sexualidade. Percebemos que a estabilidade do gênero não é mais tão estável quando o analisamos à luz das tecnologias da procriação e da representação midiática na época atual. Chanter aponta para o fato de que o binarismo do feminino e do masculino é um compromisso teórico criado por grupos hegemônicos heterossexuais, brancos e judaico-cristãos que segrega aqueles que não se engajam nesse compromisso. Esse binarismo, segundo a autora, surge com a filosofia moderna, pois “a separação entre mente e corpo feita por Descartes, passou a dar forma à hipótese de que há uma essência interna ou verdade de gênero da qual o corpo é uma expressão. (p. 9)”. O próprio sexo é entendido como um consenso social que determina o gênero, isto é, que funda os conceitos para a inteligibilidade social do gênero coerente.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.