CAÌ‚MARA CLARA, UMA METAÌFORA BARTHESIANA. Nota sobre a fotografia.

André G. Lopes

Resumo


O que eÌ a fotografia? Algo confiaÌvel? Sim? Não? Por queÌ‚? No iniÌcio, um fato fiÌsico - ou melhor dizendo: fiÌsico-quiÌmico - marcou a veracidade da fotografia com o mesmo valor que um Selo Real promulgava uma lei. E era: não haÌ foto sem um relata, este “ente heideggeriano” teria que bloquear uma parte da luz e refletir uma outra, o sal de prata existente no interior de uma caÌ‚mara escura receberia um instante de luz e de sombras provocadas por este relata e da sensibilidade do sal de prata a este conjunto nasceria a fotografia.


Texto completo:

PDF

Referências


BARTHES,Roland. CRIÌTICA E VERDADE, Equipe de realização: Leyla Perrone-Moises, Tradução; Geraldo Gerson de Souza, revisão; MoyseÌs Baumstein, capa e trabalhos teÌcnicos. EDITORA PERSPECTIVA, 1980;

_______________. A CAÌ‚MARA CLARA, Nota sobre a fotografia; Tradução de JuÌlio Castañon Guimarães, EDITORA NOVA FRONTEIRA, 1984, (o original eÌ de 1980);

CALVINO, IÌtalo. POR QUE LER OS CLAÌSSICOS; Tradução Nilson Moulin. -- São Paulo: Companhia das Letras, 1993;

EAGLETON, Terry. TEORIA DA LITERATURA: UMA INTRODUÇÃO; Tradução Waltensir Dutra; revisão da tradução João Azenha Jr. -- 3a ed. -- São Paulo: Martins Fontes, 1997;

SONTAG, Susan. DIANTE DA DOR DOS OUTROS; Tradução de Rubens Figueiredo. -- São Paulo: Companhia das Letras, 2003.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.