DANTE E PARMEÌ‚NIDES: O DIAÌLOGO DA DUPLICIDADE

Hudson dos Santos Barros

Resumo


No Convivio, Dante torna a poesia uma ferramenta filosoÌfica por exceleÌ‚ncia. Essa obra mescla a ordenação sistemaÌtica do tratado e a força riÌtmica dos versos. São quatro tratados (inicialmente foram previstos quatorze) que tem como objetivo servir um manjar (cibo ou vivanda) para todo aquele que veÌ‚ no conhecimento o alcance da felicidade. Excetuando o primeiro, que serve de introdução, os tratados são compostos por uma canzione e um desenvolvimento em prosa do assunto tratado na poesia. No segundo e terceiro tratado, Dante explica que as canzioni falam de dois assuntos paralelos: do amor por Beatriz e pela filosofia (sabedoria), que foi “companheira” do poeta apoÌs a morte da amada em 1290. 


Texto completo:

PDF

Referências


AGOSTINHO, Santo. A vida feliz. Trad. Nair de Assis Oliveira. São Paulo: Paulus,

ALIGHIERI, Dante. Convivio. Milano: Bur, 2004.

ALIGHIERI. Dante. De vulgari eloquentia. Introduzione, traduzione e note di Vittorio Coletti. Milano: Garzanti Editore, 2000.

ARISTOÌTELES. EÌtica a NicoÌ‚maco. Trad. Pedro Nassetti. São Paulo: Martin Claret, 2005.

GILSON, EÌtienne. A filosofia na Idade MeÌdia. Trad. Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

______________. Dante e BeÌatrice. EÌtudes Dantesques. Paris: Librarie J. Vrin, 1974.

______________. Dante e la philosophie. EÌtudes Dantesques. Paris: Librarie J. Vrin, 1939

HEIDEGGER, Martin. O que eÌ isto -- a filosofia? Identidade e diferença. Tradução, introdução e notas de Ernildo Stein. Revisão de JoseÌ Geraldo Nogueira Moutinho. São Paulo: Livraria Duas Cidades, 1971.

HEIDEGGER, Martin. Introdução aÌ€ metafiÌsica. Apresentação e tradução e Emmanuel Carneiro Leão. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1999.

HEIDEGGER, Martin. Parmenides. Trad. AndreÌ Schuwer e Richard Rojcewicz. Bloomington e Indianapolis: Indiana University Press, 1998.

PARMEÌ‚NIDES. Da natureza. Tradução, notas e comentaÌrios de JoseÌ Trindade Santos. São Paulo: Edições Loyola, 2002.

NASO, Pubius Ovidius. A arte de amar. Trad. DuÌnia Marinho da Silva. Porto Alegre: L&PM, 2001.

JOUBERT, Jean. Fabliaux e contes du Moyen Age. Tradução e comentaÌrios de Jean-Claude Aubailly. Paris: Librairie General Française, 1987.

JUNIOR, HilaÌrio Franco. Dante, o poeta do absoluto. São Paulo: Brasiliense, 1986.

STALLONI, Yves. Os geÌ‚neros literaÌrios. Tradução e notas de FlaÌvia Nascimento. 2a ed. Rio de Janeiro: DIFEL, 2003. (Coleção Enfoques Letras).


Apontamentos

  • Não há apontamentos.