Gaivotas voando livres aos ventos visíveis

Gregory Magalhães Costa

Resumo


O artigo consiste na interpretação da tensão entre autonomia e libertação contra a opressão e a tirania, refletida na filosofia, na sociedade e no texto poético, enfocando a literatura brasileira, em especial a obra espiral de Guimarães Rosa, sobretudo no que tange o “Grande Sertão: veredas”, e sob a luz das idéias de Hannah Arendt. A abordagem abrangerá a espacialidade e temporalidade da cidade (Rio de Janeiro), comparada à literária, em suas formas de ocupação, imposição e apropriação.

Palavras-chave: “Existenz”, libertação, tirania, literatura, sociedade, dignidade

 

 


Texto completo:

PDF

Referências


ALBERGARIA, Consuelo. Bruxo da Linguagem no Grande Sertão. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1977.

ARENDT, Hannah. A Dignidade da Política: Ensaios e Conferências. Rio de Janeiro: Relume-Dumará, 1993.

ARROYO, Leonardo. A Cultura Popular em Grande Sertão: veredas. Rio de Janeiro: José Olympio Editora; [Brasília]: INL, 1984.

BARBOSA, Alaor. A Epopéia Brasileira ou: para ler Guimarães Rosa. Goiânia: IMERY publicações LTDA, 1981.

BASTOS, Dau. Guimarães Rosa: sombra ou sol da posteridade? In: Secchin et al. (org.). Veredas no Sertão rosiano. Rio de Janeiro: 7Letras, Setembro de 2007.

BUONFIGLIO, Leda Velloso. O 'direito à cidade' apropriado: da utopia dos sem-teto ao modelo de gestão do Estado. Florianópolis: Anais do II Seminário Nacional Movimentos Sociais, Participação e Democracia, 25 a 27 de Abril de 2007. URL: http://www.sociologia.ufsc.br/npms/leda_buonfiglio.pdf CASTRO, Iná Elias de. Espaços Públicos: entre a publicidade e a política. In: Alceu: Revista de Comunicação, Cultura e Política. V. 4, n. 8, jan./jun. 2004-. Rio de Janeiro: PUC, Dep. de Comunicação Social.

COELHO, Nelly Novaes; VERSIANI, Ivana. Guimarães Rosa (Dois Estudos). São Paulo: Quíron; [Brasília]: INL, 1975.

COVIZZI, Lenira Marques; NASCIMENTO, Edna Maria F. S.. Lendo João Guimarães Rosa, Homem Plural Escritor Singular. São Paulo: Editora Atual, 1985.

DOURADO, Autran. Uma Poética do Romance: Matéria de Carpintaria. São Paulo: Perspectiva, 1973.

EURÍPEDES. As Bacantes, trad. e apresentação de Mário da Gama Kury. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

GALVÃO, Walnice Nogueira. As Formas do Falso. São Paulo: Perspectiva, 1972.

GRANDI, Matheus da Silveira ; TEIXEIRA, Eduardo Tomazine. O agir comunicativo e sua espacialidade: Reflexões a partir do exemplo da ocupação Chiquinha Gonzaga, no Centro do Rio de Janeiro. s/d. URL: http://www.geografia.ufrj.br/nuped/textos/agircomunicativo_e_espacialidade.pdf HERÁCLITO. Fragmentos, tradução, introdução e notas de Emmanuel Carneiro Leão. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 1980.

LAGES, Susana Kampff. João Guimarães Rosa e a Saudade. São Paulo: Ateliê Editorial, 1998.

LEÃO, Emmanuel Carneiro. O pensamento originário. Rio de Janeiro: Revista Tempo Brasileiro, no. 47, pg. 3-13, Outubro-Dezembro de 1976.

LEITE, Dante Moreira. Grande Sertão: veredas. In: O Amor Romântico e Outros Temas. São Paulo: Editora da USP, 1979.

LORENZ, Günter. Diálogo com Guimarães Rosa. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira; [Brasília]: INL, 1983. (Coleção Fortuna Crítica, v.6).

LÖWITH, Karl. O Sentido da História. Rio de Janeiro: Edições 70, 1977.

LUCCHESI, Marco. Monumental Afresco da História. In: A Ciência Nova. Rio de Janeiro -- São Paulo: Editora Record, 1999.

MARX, Karl. A Guerra Civil na França. In: A Revolução antes da Revolução. São Paulo: Expressão Popular, 2008. MELO, Antonio M. Barbosa de. Prefácio da Ciência Nova. In: Ciência Nova (Giambattista Vico), Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, 2005.

OLIVEIRA, Nathalia Cristina. Os movimentos dos sem-teto da cidade de São Paulo frente aos governos neoliberais (1995-2002). Campinas: IV Colóquio Marx e Engels -- Cemarx/Unicamp, 2002. URL: http://www.unicamp.br/cemarx/ANAIS%20IV% 20COLOQUIO/paineis/GT3/gt3p13.pdf

OLIVEIRA, Franklin de. Revolução Roseana. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira; [Brasília]: INL, 1983. (Coleção Fortuna Crítica, v.6).

PACHECO, José. Escola da Ponte Formação e Transformação da Educação. Petrópolis: Editora Vozes, 2008.

PORTELLA, Eduardo. A Estória contra a História. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira; [Brasília]: INL, 1983. (Coleção Fortuna Crítica, v.6).

RODRIGUES, Glauco Bruce; SOUZA, Marcelo Lopes de. MTST e hip hop: os “novíssimos ativismos urbanos”. In: Planejamento Urbano e Ativismos Sociais. São Paulo: UNESP, 2004.

RÓNAI, Paulo. Os Vastos Espaços. In: Primeiras Estórias. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2005.

ROSA, João Guimarães. Grande Sertão: veredas. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira, 2006.

___. Sagarana. Rio de Janeiro: José Olympio, 2001.

ROUSSEAU, Jean-Jaques. O CONTRATO SOCIAL e outros escritos. São Paulo: Editora Cultrix, 1980.

SOUZA, Ronaldes de Melo e. A Saga rosiana do Sertão. Rio de Janeiro: Eduerj: 2008.

SPERBER, Suzi Frankl. À Busca da Liberdade e as Regras do Direito em Grande Sertão: veredas. Scripta, Belo Horizonte, v. 5, n. 10, 1o semestre de 2002. p. 334-342.

VIGGIANO, Alan. O Itinerário de Riobaldo. Porto Alegre: Editora Mercado Aberto, 1993.

WARD, Teresinha Souto. O Discurso Oral em Grande Sertão: veredas. São Paulo: Duas Cidades; [Brasília]: INL, Fundação Nacional Pró-Memória, 1984.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.