A Corporização da Voz do Sertanejo por Meio da Performance do Cordel do Fogo Encantado

Jorge França de Farias Junior

Resumo


Neste artigo, analiso a performance, Chover (ou Invocação Para Um Dia Líquido), apresentada pelo grupo cênico-musical “Cordel do Fogo Encantado” (cfe). Verifico os seguintes elementos: (i) crenças; (ii) ícones (personagens); (iii) imaginário social; (iv) rituais; e (v) ditos populares etc., do contexto da região Nordeste, de um modo geral, e mais especificamente, do contexto do Sertão do Moxotó, em Pernambuco. Também observo, em termos linguísticos, marcas da variedade não padrão e marcas da variedade regional. A metodologia utilizada se constituiu pelos seguintes passos: i) observar e analisar apresentações, in loco e por meio de gravação em vídeo, da performance do grupo cfe; ii) observar e entrevistar os grupos citados nas letras das músicas em seus lugares de origem: Recife, Arcoverde e Pesqueira; iii) recolher material histórico que serviu de base para as composições do grupo, por meio da internet; e, iv) entrevistar o grupo que é objeto desse estudo. É possível afirmar que a dimensão estética e social da vida do sertanejo pode ser observada na/pela linguagem, na corporização da voz, que o grupo Cordel do Fogo Encantado representa por meio de sua performance.

Palavras-chave


Corporização; Voz; Performance; Cordel do Fogo Encantado

Texto completo:

PDF

Referências


BAGNO, Marcos. A língua de Eulália: novela sociolingüística São Paulo: Contexto, 1997. CARLSON, Marvin. O entrelaçamento dos estudos modernos da performance e as correntes atuais em antropologia. R.bras.est.pres., Porto Alegre, v. 1, n. 1, p. 164-188, jan./jun. 2011. Disponível em: .

CASCUDO, Luís da Câmara. Vaqueiros e cantadores – folclore poético do Sertão de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. Rio de Janeiro: Ed. de Ouro, 1968.

FERREIRA, Aurélio B.H. Miniaurélio Século XXI: O minidicionário da língua portuguesa. Coordenação de edição, Margarida dos Anjos, Marina Baird Ferreira; lexicografia, Margarida dos Anjos et al. 4. ed. Rev. ampliada. – Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2000.

GENETTE, Gérard. A obra de Arte. Trad. Valter Lellis Siqueira. v. 1. São Paulo: Littera Mundi, 2001.

MICROSOFT CORPORATION. Enciclopédia Microsoft Encarta © & ®, 2000.

PHELAN, Peggy. The ends of performance. New York: New York University Press, 1998.

TURNER, Victor. The anthropology of performance. New York: PAJ Publications, 1988.

VASCONCELOS, Naná. Cordel do Fogo Encantado. CD produção

VASCONCELOS, Naná. Recife: Rec-Beat Produções Artísticas, 2001.

ZUMTHOR, Paul. Performance, recepção, leitura. Trad. Jerusa Pires Ferreira, Suely Fenerich. São Paulo: EDUC, 2000.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 interFACES