A literatura carpentieriana e a História: aspectos metaficcionais historiográficos em Concerto Barroco

Thiago Miguel Andreu, Ana Luiza Silva Camarini

Resumo


O presente ensaio pauta-se em uma discussão acerca do contexto da literatura hispano-americana do século XX (em especial, a de Alejo Carpentier) sob uma ótica histórica. Para tal tarefa, enfocamos uma obra do autor, o romance Concerto Barroco, de 1974. Estruturamos nosso texto em três partes: a primeira trata de alguns tópicos de interseção entre a Literatura sui generis e a História. Em seguida, restringimos a Literatura ao contexto hispano-americano, para discuti-la sob um prisma analítico, no que diz respeito a suas conexões com o discurso histórico. Por fim, analisamos o romance carpentieriano Concerto Barroco, partindo de conceitos fundamentais da teoria sobre a metaficção historiográfica.

Palavras-chave


Metaficção historiográfica; Concerto Barroco; Alejo Carpentier

Texto completo:

PDF

Referências


BENJAMIN, Walter. Sobre o conceito da história. In: ___. Magia e técnica, arte e política. São Paulo: Brasiliense, 1986.

CARPENTIER, Alejo. Concerto Barroco. São Paulo: Companhia das letras, 2008.

CHIAMPI, Irlemar. O realismo maravilhoso: Forma e Ideologia no Romance HispanoAmericano. São Paulo: Perspectiva, 1980.

ESTEVES, Antônio Roberto. Encontros em Veneza (Leitura comparada de Concierto barroco, de Alejo Carpentier e Ana em Veneza, de João Silvério Trevisan). In: TROUCHE,

A L. G & PARAQUETT, M. (Org.). Formas & linguagens: tecendo hispanismo no Brasil. Rio de Janeiro: CCLS. 2004.

______. O romance histórico brasileiro contemporâneo (1975 – 2000). São Paulo: UNESP, 2010.

JOZEF, Bella. História da literatura hispano-americana. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1989.

HOBSBAWM, Eric J. Sobre História. São Paulo: Companhia das Letras, 1998.

HUTCHEON, Linda. Poética do Pós-Moderno. Rio de Janeiro: Imago, 1991.

LE GOFF, Jacques. História e memória. Campinas: Unicamp, 1990.

MONEGAL, Emir Rodriguez. Narradores de esta América II. Buenos Aires: Alfa, 1974.

PIETRI, Arturo Uslar. Quarenta Ensayos. Caracas: Monte Ávila, 1990.

RIEDEL, Dirce Cortes (Org.). Narrativa, ficção e História. Rio de Janeiro: Imago, 1988.

RINCÓN, Carlos. La no simultaneidad de lo simultáneo: postmoderidad, globalización y culturas en América Latina. Bogotá: Universidad Nacional, 1995.

SARDUY, Severo. Escrito sobre um corpo. São Paulo: Perspectiva, 1979.

WEINHARDT, Marilene. Considerações sobre o romance histórico. Letras, Curitiba, nº 43, p. 49-59, 1994.

WHITE, Hayden. Trópicos do discurso. São Paulo: EDUSP, 1994.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 interFACES