Os cantares de A Paixão segundo G.H.

Ercília Bittencourt Dantas

Resumo


What is the relation between a ballad and a novel, the Portuguese poetry and the Brazilian fiction, the Middle-ages and the 20th Century? In A Paixão segundo G.H., Clarice Lispector begins each chapter with the last sentences of the previous one. By creating a movement of immersion/emersion in the chapters, the narrative gains a symbolic strenght that allows the visualization of this "not saying" saying. The words and speech are renewed with the purpose of a better comprehesion of feelings and that are absorbed from the world of ideas to the world of sensibility. This procedure led to an extreme transformation of the meaning of these words and sentences and creates a new unseeing world, which gives the reader the will of exploring this new enigma

Palavras-chave


Poesia; Clarice Lispector

Texto completo:

PDF

Referências


ARISTÓTELES. Arte retórica e arte poética, trad. A P. deCarvalho. Introdução e notas J. Voilquin, J. Capelle. Est. intr. G. Telles Júnior, Rio de Janeiro: Tecnoprint, s. d.

BAIRÃO,R* Novos apontamentos sobre Clarice Lispector. São Paulo:O Estado de São Paulo. SupL lit., 30/08/69.

BERARDINELLI, G Cantigas de trovadores medievais em português moderno. Rio de Janeiro: Simões, 1953.

BÍBLIA Sagrada. Tradução dos originais mediante a versão dos monges de Maredsous (Bélgica) pelo Centro Bíblico Católico. São Paulo: Ed, Ave Maria, 1999.

BORELLI,O. Clarice Lispector: esboço para um possível retrato. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1981.

BRASIL, A. A nova literatura. Rio de Janeiro: Americana, v. I,p. 69-76, 1973.

BULFINCH, T. Olivrodeouroda mitologia (a idade da fábula) históriasde deuses e heróis, trad.D. Jardim Júnior. Rio de Janeiro:Tecnoprint, 1965.

CHEVALIER, J.,GHEERBRANT, A. Dicionário de símbolos: mitos, sonhos, costumes, gestos formas, figuras, cores, números, trad. V. daC e Silva et ali. Ed. rev, aum. Coord. C Sussekind, Rio de Janeiro:José Olympio, 1999.

DESCARTES, R, Discurso do método, Meditações, Objeções e respostas, As paixões da alma, Cartas, 2a ed. Intr. G. G.Granger. Pref., notas G. Lebrun, trad. J , Guinsburg e B. Prado Jr. São Paulo: Abril Cultural (Os pensadores), 1979,

FERREIRA,A, B. H. Novo Aurélio século XXI: o dicionário da língua portuguesa. Ed. tot. rev. Ampi. Riode Janeiro: Nova Fronteira, 1999,

GOMES, R., HILL, A. G. Seleta de Clarice Lispector Seleção, texto-montagem, est. e notas. 2a ed. Rio de Janeiro: José Olympio(Brasil moço), 1976.

HAUSER, A. Históriasocialda arte eda literatura, trad, A. Cabral. 1a ed, 2a tir. São Paulo:Martins Fontes, 1998.

JUNG,C.G. Oeueo inconsciente, trad, D. F. Sîlva. 12a ed. Petrópolís:Vozes. (Obras Completas de C. G. Jung, v. 7,L 2), 1997

LISPECTOR,C. A paixão segundo G.H.: romance. 3a ed* Rio de Janeiro; Sabiá, 1972

______. A hora daestrela. 11a ed, Rio de janeiro;Nova Fronteira, 1987

______. Um sopro de vida.São Paulo: Círculo do Livro, 1987

______. Para não esquecer, crónicas, Rio de Janeiro; Rocco, 1999

MOISÉS,M. A literatura portuguesa. 5a ed* Säo Paulo;Cultrix, 1967

NIETZSCHE, F. W. Obras incompletas Sel, textos G, Lebrun, trad,e notas R, R, Torres Filho, posf. A, Candido, 3* ed, Säo Paulo: Abril (OsPensadores), 1983

NUNES, B, O mundo de Clarice Lispector. Manaus: Gov, Est, Amazonas(Torquato Tapajós,VI), 1966

______. O mundo imaginário de Clarice Lispector. In: O dorso do tigre. São Paulo: Perspectiva (Debates, 17),p. 93-139, 1969

______. Leitura de Clarice Lispector. São Paulo. Quíron (Escritores de hoje, 2), 1973

______. O drama da linguagem: uma leitura de Clarice Lispector. São Paulo: Ática (Temas, 12), 1989

SÁ, O. A escritura de Clarice Lispector. 2a ed, Petrópolis: Vozes, São Paulo:PUC, 1993

SARAIVA, A. J., LOPES,O. História da literatura portuguesa 4a ed. Porto: Porto Ed,, Lisboa: Emp. Lit. Fluminense, s. d.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 interFACES