A PRIMEIRA TRADUÇÃO BRASILEIRA DE LA COSCIENZA DI ZENO: PROBLEMAS À LUZ DA PSICANÁLISE E DA ANALÍTICA DA TRADUÇÃO

Adroaldo José Frantz

Resumo


Este artigo visa identificar um grupo importante de problemas da primeira tradução brasileira do romance La coscienza di Zeno e estudar os fatores favoráveis à ocorrência dos mesmos. Esse grupo é formado por problemas vinculados à abordagem psicanalítica empregada por Italo Svevo, os quais são identificados a partir de duas noções psicanalíticas, a compulsão à repetição do recalcado e o complexo de Édipo. Depois de identificados, os problemas são classificados segundo as tendências à deformação propostas por Antoine Berman na sua analítica da tradução, e são estudados dois fatores específicos na tradução em análise que favorecem as deformações elencadas: a edição facilitada para o leitor e a influência da interpretação que o tradutor tem do texto. Por fim, é estabelecida a importância do equilíbrio entre o grau de operação desses fatores e o de conhecimento da fortuna crítica da obra e das teorias relevantes para ela.


Palavras-chave


Tradução literária; A consciência de Zeno; Relação entre psicanálise e literatura; Analítica da tradução; Critérios editoriais para tradução

Texto completo:

PDF

Referências


BARROSO, I. Ainda Svevo – A Consciência de Zeno. Gaveta do Ivo. 08 out. 2010. Disponível em: https://gavetadoivo.wordpress.com. Acesso em: 15 jul. 2019.

BERMAN, A. A tradução e a letra. Trad. Marie-Hélène Catherine Torres, Mauri Furlan e Andreia Guerini. Rio de Janeiro: 7Letras/PGET, 2007.

FREUD, S. O caso Schreber, artigos sobre técnica e outros trabalhos (1911-1913). Edição standard bras. das obras psicológicas completas. Tradução sob a direção geral de Jayme Salomão. Rio de Janeiro: Imago, 1969, v. 12.

_____. Um caso de histeria, três ensaios sobre a sexualidade e outros trabalhos (1901-1905). Edição standard bras. das obras psicológicas completas. Tradução sob a direção geral de Jayme Salomão. 2. ed. Rio de Janeiro: Imago, 1989, v. 7.

GUERINI, A.; VERÇOSA, F. B. Ivo Barroso. Dicionário de tradutores literários no Brasil. 30 set. 2005. Disponível em: http://www.dicionariodetradutores.ufsc.br/pt/IvoBarroso.htm. Acesso em: 15 jul. 2019.

ROUDINESCO, E.; PLON, M. Dicionário de psicanálise. Trad. Vera Ribeiro e Lucy Magalhães. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

SÓFOCLES. A trilogia tebana. Trad. Mário da Gama Kury. 8. ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1998.

SVEVO, I. Romanzi e “continuazioni”. Milano: Mondadori, 2004.

_____. A consciência de Zeno. Trad. Ivo Barroso. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2006.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 interFACES