O impossível melhor mundo possível

Deise Quintiliano Pereira

Resumo


Discussion critique sur l'élaboration de la pensée utopique, en éternelle construction et ses rapports avec le destin de l'homme, à partir d'une lecture du conte de Voltaire, Candide ou l’optimisme, d'après le modèle proposé par Jerzi Szachi. La reprise des éléments utopiques du siècle des Lumières et leur projection dans le monde contemporain.

Palavras-chave


Utopia

Texto completo:

PDF

Referências


BLOCH, E.(1982) Le rêve platonicien de l’état dorien (p.52-56); L'île du soleil de lamboulos (p.56 - 59); La philosophie du portique et l’état cosmopolite (p.59 - 65). In — Le principe espérance. Paris: Gallimard. VII.

______. O homem como possibilidade. (1966) Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, (8), p.15 - 28.

COELHO, T. O que é utopia? (1980) Coleção Primeiros Passos, Rio de Janeiro: Brasiliense.

FURTER, P.(1974) A dialética da esperança; uma interpretação do pensamento utópico de Ernst Bloch. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

MARCUSE, H. Eros e civilização. São Paulo: Círculo do livro, s/d.

NASCIMENTO, D.{1985) Mito e Literatura. In — et alii. Perspectiva 2. Ensaios de teoria literária. Rio de Janeiro: publicação da Faculdade de Letras.

CORREIO DA UNESCO.(1991) As utopias ou a busca impossível. Brasil: ed. da FGV, n° 4, ano 19, abril.

SZACHI, J.(1972) As utopias ou a felicidade imaginada. Rio de Janeiro: Paz e Terra.

VOLTAIRE. (1991) Candide ou l'optimisme. Paris: Hachette.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2020 interFACES