A relação entre a universalidade do SUS e a gravidez de risco de venezuelanas

Alice Vermelho Leão Camargo

Resumo


O relatório do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados, ACNUR, “Tendências Globais” (ACNUR, 2019), referentes aos deslocamentos forçados em 2019 no mundo, mostrou que a Venezuela ocupa o segundo lugar de países dos quais a maior parcela dos migrantes são originados, com 4,5 milhões de venezuelanos que foram forçados a deixar o país - destes, 93.300 possuem o status de refugiado, 794.500 são solicitantes de refúgio e 3,6 milhões estão deslocados no exterior. O estado de Roraima, próximo à fronteira venezuelana, recebe um crescente e constante fluxo de venezuelanos diariamente, que vêm ao Brasil em busca do direito que não é mais encontrado no seu país de origem: a assistência médica.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Lugar Comum – Estudos de mídia, cultura e democracia