Chamadas para Submissões de Artigos: Metamorfoses 19.1

Este número da revista Metamorfoses busca, nas literaturas e culturas dos países de língua portuguesa, reflexões em torno do conceito de estranhamento (espacial, social, psíquico) num contexto que inclui lugares discursivos como os de colonizador/colonizado, retornado, assim como os de emigrante/imigrante, em situação de guerra, pós-guerra, repressão e tortura. Tendo em vista a manutenção das colonialidades até a contemporaneidade, a dinâmica da viagem, por exemplo, adquire perspectivas peculiares que são revisitadas através de ensaios, romances e filmes. Nessas produções, os espaços ficcionais (e não só) são imagens a partir das quais pode-se discutir as representações da cidade e do campo, do cais de partida, dos retornados, da terra estrangeira; segundo a direção do olhar que sobre esses espaços se detém. Paralelamente buscamos reflexões em torno da noção de exílio, dentro ou fora da própria terra, que pode ser evocada a partir de autores como, por exemplo, Julia Kristeva (Estrangeiros para nós mesmos, 1994), Cláudio Guillén (O sol dos desterrados, 1995), Barbara Cassin (La nostalgie, 2016), Georges Didi-Huberman (Passer, quoi qu’il en coûte, 2017), entre outros... de modo a comprovar que a solidão, a saudade, a nostalgia, o expatriamento ultrapassam a noção política de espaço geográfico e podem ser experimentados como o sentimento de uma exclusão social que degrada em dimensões diversas.

A revista Metamorfoses, atenta à produção crítica nas Literaturas de Língua Portuguesa, também recebe, em fluxo contínuo, resenhas de livros (de livre escolha), publicados nos dois últimos anos, ensaios e entrevistas com escritores e ensaístas.

As normas para publicação encontram-se na página da revista.

Prazo para envio de trabalhos: 31 de outubro de 2021

            Organizadores:

Gabriel das Chagas Alves Pereira de Souza (University of Miami/ PACC-UFRJ)

Marlon Augusto Barbosa (Universidade Federal do Rio de Janeiro/ FAPERJ)