Padrões de integração financeira e a volatilidade das taxas de câmbio e juros em países periféricos

Pedro Rossi

Resumo


Esse artigo procura avaliar a relação entre o padrão de integração financeira e a volatilidade das taxas de câmbio e de juros. Em um primeiro momento, faremos uma análise da intensidade e da qualidade da integração financeira de oito países, quatro latino-americanos; Argentina, Brasil, Chile e México, e quatro asiáticos; Coréia, Índia, Indonésia e Malásia. E, através de medidas estatísticas aplicadas aos fluxos e estoques de ativos financeiros, faremos uma tipologia dos padrões de integração fi nanceira desses países entre 1990 e 2006. Em seguida, trabalharemos a hipótese de que a volatilidade das variáveis macroeconômicas desses países está associada ao padrão de inserção financeira. Uma vez confirmada essa hipótese, analisaremos uma implicação direta dessa discussão que se refere ao grau de autonomia de política monetária nos países periféricos.

Palavras-chave


Integração financeira, fluxos financeiros, volatilidade, câmbio, juros, Financial integration, fi nancial fl ows, volatility, exchange rate, interest rate.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Oikos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: