Hegemonia e pacificação na assistência de segurança dos Estados Unidos para Colômbia e México no pós-Guerra Fria

João Estevam dos Santos Filho, Alexandre Fuccille

Resumo


presente trabalho tem como objetivo de identificar uma complementaridade entre os conceitos-chave de hegemonia e pacificação para explicar a assistência de segurança dos EUA à Colômbia e ao México no pós-Guerra Fria. Parte-se aqui da hipótese de que tal síntese pode contribuir para um melhor desenvolvimento da tradição crítica da Economia Política Internacional e dos Estudos Críticos de Segurança de duas maneiras principais: por um lado, o conceito de hegemonia proporciona uma importante base de interpretação dos fenômenos de segurança sob uma perspectiva estrutural. Por outro, o conceito de pacificação pode dar conta de suprir a escassez do debate sobre o emprego dos meios coercitivos na reprodução de uma ordem hegemônica. Para a execução desta pesquisa foi feita uma revisão de literatura sobre os conceitos de hegemonia e pacificação. Foram coletados e analisados dados referentes à assistência de segurança dos EUA para Colômbia e México de bases de dados internacionais. Também foram coletadas informações sobre o emprego interno das forças de segurança dos dois países latino-americanos por meio de análise de documentos públicos norte-americanos, colombianos e mexicanos. Informações adicionais foram coletadas em fontes secundárias.

Palavras-chave


Hegemonia; Pacificação; Estados Unidos; Colômbia; México

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Oikos

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Apoio: