MORTE E VIDA SEVERINA – UM (DES)ENCONTRO COM A VIDA

Clariane Leila Dallazen

Resumo


O presente trabalho tem por objeto analisar o poema Morte e Vida Severina – Um Auto de Natal, de João Cabral de Melo Neto. Trata-se narrativa poética muito bem engendrada, que conta a trajetória de um retirante, cujo nome é Severino, e vai apresentando diferentes pertencimentos, ora como sujeito individual, ora como sujeito coletivo. Escrito no período modernista, analisa, sob uma perspectiva religiosa e social, a busca do nordestino pela vida, mas que, ironicamente, o leva ao encontro com várias mortes Severinas. Tem como característica marcante o regionalismo, a zona fronteiriça e o folclore nordestino. É objeto de estudo: as questões geográficas, políticas, sociais, religiosas e folclóricas que a metáfora “Morte e Vida Severina” representa.

Texto completo:

PDF

Referências


ARAÚJO, H. J. V.. O poema no sistema: A peculiaridade do antilírico João Cabral na poesia brasileira. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2002.

ARIÈS, P. Essais sur l’histoire de la mort em Occident: du Moyen Age à nos jours. París: Seuil, 2000.

ATHAYDE, F. de. Ideias Fixas de João Cabral de Melo Neto. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, FBN; São Paulo: Universidade de Mogi das Cruzes, 1998.

BAUMAN, Z.. Identidade: entrevista a Benedetto Vechi/Zygmunt Bauman. Trad. Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2005.

BAUMAN, Z.. Vida Líquida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 2005.

BOSI, A.. História concisa da literatura brasileira. 36. ed., São Paulo: Editora Cultrix, 1994.

CÂNDIDO, A.. A educação pela noite e outros ensaios. 3. ed. São Paulo: Ática, 2000.

CÂNDIDO, A.. Textos de Intervenção. Org. Vinicius Dantas. São Paulo: Ed. 34, 2002.

DANTAS, V.. Bibliografia de Antônio Cândido. São Paulo: Ed. 34. Duas Cidades, 2002.

MELO NETO, J. C.. Morte e Vida Severina e outros poemas para vozes. 4. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2000

RODRIGUES, J. C.. Tabu da Morte. 2. ed. Rio de Janeiro: FIOCRUZ, 2006.

SANTOS, B. de S. Pela mão de Alice. O social e o político na pós-Modernidade. 9. ed. São Paulo: Cortez, 2003.

SECCHIN, A. C.. João Cabral: a poesia do menos. São Paulo: Duas cidades; Brasília: INL, Fundação Nacional Pró-Memória, 1985.

WILLIAMS, R.. Cultura. Trad. Lólio Lourenço de Oliveira. 2.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1992.

ZIEGLER, J.. Destruição em massa: geopolítica da fome. Trad. João Paulo Netto. São Paulo: Cortez, 2013


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Policromias - Revista de Estudos do Discurso, Imagem e Som

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Policromias é a publicação do LABEDIS - Laboratório de Estudos do Discurso, Imagem e Som, coordenado pela Profa. Dra. Tania Conceição Clemente de Souza e vinculado ao Museu Nacional (UFRJ).

              

 

 

 

 


Licença Creative Commons

A Policromias utiliza a Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.