Medicina Baseada em evidências: a inserção do Bibliotecário no processo da Revisão Sistemática

Suzan Barboza do Nascimento, Robson Santos Costa, Cássia Costa Rocha Daniel de Deus

Resumo


É inegável o valor da informação no interior de qualquer setor da atividade humana ou área de conhecimento. Nesse contexto, a gerência de forma adequada e ordenada na busca por informações relevantes, podem trazer resultados significativos para a tomada de decisão. Na área de saúde, o conceito da Medicina Baseada em Evidência tem se tornado uma forma promissora no que concerne à busca de informações científicas para tomada de decisões clínicas. Sua prática é apoiada na pesquisa de evidências científicas em paralelo à análise crítica e lógica de todas essas informações localizadas. Uma das práticas utilizadas na Medicina Baseada em Evidência é conhecida como Revisão Sistemática, que consiste em um tipo de pesquisa metodológica e estruturada capaz de sintetizar erros aleatórios, fornecendo dados seguros que sustentem a tomada de decisão clínica sobre determinado tema. É prerrogativa do pesquisador, a realização de um levantamento cuidadoso e estratégico de informações efetivas do conteúdo que será estudado. Desse modo é consideravelmente relevante a inserção do bibliotecário nesta técnica, aplicando suas habilidades e competências em informação como meios para atingir as informações pertinentes, auxiliando na tomada de decisão clínica.

 


Palavras-chave


Medicina Baseada em Evidências; Revisão Sistemática: Bibliotecário

Texto completo:

PDF EPUB HTML


DOI: https://doi.org/10.47681/rca.v5i1.30247

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.

ISSN: 2525-7935

Bases de Dados e Diretórios