Informação antirracista que circula no movimento social negro

Erinaldo Dias Valério

Resumo


Apresenta resultados parciais da pesquisa de mestrado em que se buscou refletir sobre a maneira que o Grupo de Valorização Negra do Cariri – (GRUNEC), no Ceará, produz, usa e comunica a informação. Afirma que os movimentos sociais são ações sociais coletivas que se organizam para expressarem seus anseios, questões e demandas e que adotam diferentes formas de atuação e configuram-se em diversos aspectos, religiosos, feministas, raciais, indígenas, assim por diante. Realiza pesquisa exploratória por meio de um levantamento bibliográfico e de campo, com abordagem qualitativa. Para análise dos dados, utilizou-se a técnica de análise de conteúdo. Conclui-se que o movimento negro em questão, faz uso da informação antirracista, para diminuir as disparidades sociais existentes entre pessoas negras e brancas.  Informa que o GRUNEC comunica a informação por diferentes processos e que a sociedade se apropria desses conhecimentos disseminados, a fim de se posicionarem politicamente no combate ao racismo e na luta por ações sociais afirmativas.

Palavras-chave


Informação antirracista; Movimento social negro; Grupo de Valorização Negra; GRUNEC;

Texto completo:

PDF EPUB HTML


DOI: https://doi.org/10.47681/rca.v6i1.39588

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.

ISSN: 2525-7935

Bases de Dados e Diretórios