Empresas transnacionais e suas patentes no Brasil: resultados iniciais de uma investigação sobre a internalização de atividades tecnológicas

Eduardo da Motta Albuquerque

Resumo


O objetivo deste artigo é contribuir para a interpretação do papel das empresas transnacionais na dinâmica tecnológica do sistema de inovação brasileiro, a partir de estatísticas de patentes. O artigo propõe o cálculo de um indicador de “internalização relativa de atividades tecnológicas” (IRAT), que compara as patentes de residentes das subsidiárias com as patentes de não-residentes das suas matrizes. Resultados iniciais apontam a baixa internalização de atividades tecnológicas pelas maiores empresas transnacionais presentes no Brasil. O cálculo do IRAT permite identificar diferenças setoriais: o setor automobilístico tem um IRAT acima da média nacional, enquanto o farmacêutico fica abaixo dessa média.

Palavras-chave


transnacionais; patentes; internalização de atividades tecnológicas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Eduardo da Motta Albuquerque

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br