Estado e inovação: uma perspectiva evolucionista

Carlos Augusto Grabois Gadelha

Resumo


Embora o paradigma evolucionista ainda ofereça contribuições normativas relativamente reduzidas — em oposição à ortodoxia neoclássica —, seu desenvolvimento analítico oferece um amplo leque de possibilidades para a política econômica, colocando-se a necessidade de avançar em seus desdobramentos. Com esta perspectiva, o trabalho parte de uma discussão metodológica do espaço da política como uma mediação entre teoria e realidade, procura definir as principais (e mais abrangentes) instituições capitalistas envolvidas na ação pública e culmina com uma apreciação do papel do Estado nas forças dinâmicas evolucionistas de busca e de seleção de inovações que estão por trás dos processos de desenvolvimento das economias nacionais. 

Palavras-chave


política de inovação; política industrial; economia evolucionista

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Carlos Augusto Grabois Gadelha

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br