Novos tempos: política fiscal e condicionalidades pós-80

Francisco Luiz C. Lopreato

Resumo


O trabalho chamou atenção para as mudanças, na visão tradicional, do debate acerca do papel da política fiscal. O foco deixou de ser o valor corrente e os efeitos do déficit público na demanda agregada e se tornou o ajuste intertemporal das contas públicas, calculado a partir dos valores prospectivos dos seus determinantes. Além disso, destacou o papel do FMI, através da ampliação das condicionalidades impostas nos acordos de empréstimos aos países, na construção das condições que alicerçaram o que no texto foi denominado novos tempos. 

Palavras-chave


macroeconomia; política fiscal; FMI

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Francisco Luiz C. Lopreato

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br