Esforço tecnológico da indústria de transformação brasileira: uma comparação com países selecionados

Graziela Ferrero Zucoloto, Rudinei Toneto Júnior

Resumo


O artigo analisa o esforço tecnológico da indústria de transformação brasileira, em comparação a um grupo de países da OECD. As principais conclusões são: (a) o esforço tecnológico industrial nacional é limitado em comparação ao realizado pelos países selecionados; (b) essa performance é válida para a maior parte dos setores nacionais; (c) essa diferença é mais significativa entre setores intensivos em tecnologia: produtos químicos, eletrônicos e informática; (d) a diferença entre a estrutura produtiva brasileira e das nações da OCDE também é responsável pelo baixo esforço tecnológico realizado pela indústria de transformação, porém com menor intensidade; (e) foi identificada uma correlação positiva entre esforço tecnológico relativo e desempenho comercial, e uma correlação negativa entre esforço tecnológico relativo e controle estrangeiro na receita operacional líquida. 

Palavras-chave


esforço tecnológico; P&D; competitividade; setores industriais

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Graziela Ferrero Zucoloto, Rudinei Toneto Júnior

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
Fax: 55 21 2541-8148
e-mail: rec@ie.ufrj.br