AVALIAÇÃO DO REGIME DE METAS DE INFLAÇÃO NOS PAÍSES DA AMÉRICA LATINA ENTRE 2001 E 2014

Divanildo Triches, Guilherme Pons Fiorentin

Resumo


Este artigo tem como objetivo avaliar o desempenho das políticas monetária do regime de metas de inflação nos países de América Latina entre 2001 e 2014, com séries mensais. Para isso, empregou-se um modelo VEC (vetor de correção de erro) com o intuito de analisar a função de longo prazo e da função impulso-resposta. Os resultados apontaram que a adoção do sistema de metas contribui para a redução na taxa de inflação e sua volatilidade, bem como para diminuir as oscilações na taxa de crescimento do nível de atividade. Os parâmetros estimados da velocidade de ajustamento de longo prazo do índice de preços têm indicado forte reação por parte das autoridades monetárias à mudança da taxa de inflação via taxa de juros de curto prazo. Esses ajustes também são observados no nível de atividade e da taxa de câmbio para a maioria dos países, mas com menor velocidade. Tais resultados são confirmados pela função impulso resposta, ratificando, portanto, a eficácia da política monetária no controle inflacionário, sobretudo no Peru, na Colômbia e no Chile. Já no Brasil e no México, esse fato foi observado apenas no período mais recente. 

Palavras-chave


metas de inflação; funções impulsos-resposta; países da América Latina; vetor de correção de erros

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Divanildo Triches, Guilherme Pons Fiorentin

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br