O mercado de planos de saúde: uma criação do estado?

Carlos Octávio Ocké-Reis, Maria de Fátima Siliansky de Andreazzi, Fernando Gaiger Silveira

Resumo


A hipótese central do trabalho afirma que o mercado de planos de saúde se expandiu no Brasil contando com o apoio do padrão de financiamento público mediante a aplicação de um conjunto variado de incentivos governamentais. Os procedimentos metodológicos adotados para investigar esta hipótese se apoiaram no estudo de parte da produção teórica que ilumina a área da economia política da saúde e na descrição de determinadas ações do Estado no campo das políticas de saúde, que acabaram patrocinando o crescimento dos planos e seguros privados de saúde nos últimos quarenta anos.

Palavras-chave


análise dos mercados de atenção médica; saúde pública

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Carlos Octávio Ocké-Reis, Maria de Fátima Siliansky de Andreazzi, Fernando Gaiger Silveira

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br