Salários e tecnologia num modelo de crescimento com restrição externa

Antonio Meirelles, Gabriel Porcile, Marcus Dutra

Resumo


O modelo proposto formaliza uma preocupação que se encontra cada vez com mais freqüência na literatura, a saber, a de que trabalhadores que não têm acesso a condições adequadas de capacitação, saúde e motivação tendem a aprender menos, reduzindo a velocidade de inovação em produtos e processos na firma. Na medida em que a competitividade internacional repousa crescentemente na inovação e/ou na imitação rápida de tecnologia, um nível baixo de desenvolvimento humano implicará oportunidades de crescimento perdidas. Assim, o modelo assume que, até certo valor crítico do salário real, aumentos de salário real produzem aumentos de competitividade e da taxa de crescimento com equilíbrio externo, tornando compatíveis o crescimento econômico e a distribuição da renda, inclusive num contexto de abertura e de intensa concorrência internacional.

Palavras-chave


crescimento econômico; competitividade internacional; tecnologia e comércio internacional

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Antonio Meirelles, Gabriel Porcile, Marcus Dutra

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br