Aderência - Liberalismo econômico e política comercial britânica em 1820-1913

Leonardo Weller

Resumo


O presente artigo avalia até que ponto a política comercial britânica foi liberal entre 1820 e 1913. Para tanto, faz-se uma breve apresentação da teoria liberal de comércio internacional com base no modelo Heckscher-Ohlin-Samuelson. Vê-se que o liberalismo comercial considera a elevação das importações, e não das exportações, o objetivo maior do comércio internacional, de modo que sua mensagem normativa apresenta a liberalização unilateral como a melhor política possível. Com base em fontes secundárias, constata-se que a política comercial britânica foi coerente com a mensagem normativa liberal ao praticar liberalização comercial unilateral. Entretanto, argumenta-se que a Grã-Bretanha objetivava exportar mais, donde se conclui que a política comercial britânica não foi strictu sensu liberal, aderindo ao liberalismo em 1820-1913. 

Palavras-chave


comércio internacional; política comercial; liberalismo; Grã-Bretanha; século XIX

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Leonardo Weller

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
Fax: 55 21 2541-8148
e-mail: rec@ie.ufrj.br