A INTERNACIONALIZAÇÃO DA MOEDA CHINESA: DISPUTA HEGEMÔNICA OU ESTRATÉGIA DEFENSIVA?

Ernani Torres, Mirko Pose

Resumo


O projeto de internacionalização da moeda chinesa (RMB) foi concebido como resposta à crise de 2008. O objetivo do governo da China é promover a maior utilização de sua moeda por países e empresas estrangeiras. Esse processo continua em curso, apesar de ter sofrido alguns recuos ao final de 2017. Nossa hipótese é de que esse projeto tem um caráter eminentemente defensivo. Seu intuito é diminuir a dependência da China e de seus parceiros com relação ao uso do dólar para suas transações internacionais e, com isso, aumentar a resiliência dessas relações frente às turbulências do Sistema Monetário Internacional. Essa perspectiva está em oposição ao entendimento de que os fundamentos econômicos e políticos da internacionalização do RMB objetivam, em longo prazo, substituir o dólar na sua posição de moeda principal do sistema. 

Palavras-chave


internacionalização do renminbi; China; sistema monetário internacional

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Ernani Torres, Mirko Pose

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
Fax: 55 21 2541-8148
e-mail: rec@ie.ufrj.br