ASSIMETRIAS SALARIAIS DE GÊNERO E A ABORDAGEM REGIONAL NO BRASIL: UMA ANÁLISE SEGUNDO A ADMISSÃO NO EMPREGO E SETORES DE ATIVIDADE [GENDER PAY ASYMMETRIES AND THE REGIONAL APPROACH IN BRAZIL: AN ANALYSIS ACCORDING TO ADMISSION TO EMPLOYMENT AND SECTORS OF ACTIVITY]

Magno Rogério Gomes, Solange de Cassia Inforzato de Souza

Resumo


RESUMO: Este artigo tem por objetivo analisar empiricamente as assimetrias salariais por gênero nas regiões Sul e Nordeste do Brasil, segundo a admissão no emprego formal e setores de atividade econômica.A partir da base de dados da RAIS 2016 (Relação Anual de Informações Sociais do Ministério do Trabalho e Emprego), aplicou-se uma adaptação do procedimento de Oaxaca-Blinder, cujos principais resultados confirmaram, nas duas regiões, (i) a discriminação de rendimentos contra as mulheres, (ii) as menores diferenças e discriminação salariais de gênero para os trabalhadores admitidos no primeiro emprego e no comércio e (iii) a dupla discriminação das mulheres na agricultura e na indústria, tanto na inserção ocupacional quanto nos rendimentos, intensificada na indústria. As evidências regionais são as de que o Nordeste tem menor discriminação salarial de sexo comparativamente à região Sul, o que indica maior homogeneidade salarial em região menos desenvolvida economicamente no Brasil.

PALAVRAS-CHAVE: discriminação de gênero; decomposição salarial; economia regional

========================

ABSTRACT: This article aims to analyze empirically the wage asymmetries by gender in the South and Northeast regions of Brazil, according to admission to formal employment in economic sectors. The database used was the RAIS/2016 and an adaptation of the Oaxaca-Blinder procedure was applied. Results confirmed, in both regions, (i) wage discrimination against women; (ii) the lowest gender pay gap and discrimination for workers admitted to the first job and in trade workers; and (iii) the dual discrimination of women in agriculture and industry, both in employment and wages, intensified industry. The regional evidence suggests that the Northeast region has lower sex wage discrimination compared to the South region, which indicates greater homogeneity of wages in a less economically developed region in Brazil.

KEYWORDS: gender pay gap; decomposition of wages; regional economics


Palavras-chave


discriminação de gênero; decomposição salarial; economia regional.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Magno Rogério Gomes, Solange de Cassia Inforzato de Souza

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br