A EVOLUÇÃO DA MACROECONOMIA MODERNA ENTRE PERSPECTIVAS: EM BUSCA DE UMA SISTEMATIZAÇÃO

Hélio Afonso de Aguilar Filho, Hermógenes Saviani Filho

Resumo


Longe de ser uma reconstrução sintética de autores e ideias, a história do pensamento econômico se apresenta mais como narrativas entrecortadas por perspectivas distintas. Uma mostra disso pode ser encontrada em Keynes, que construiu sua teoria geral ao se opor ao que no seu entendimento seria a Escola Clássica, mas que abrangia a teoria neoclássica. Apesar das objeções ao solecismo de Keynes, a história das ideias econômicas passou, sem muitas ressalvas, a ser contada incorporando sua definição. Esse artigo busca sistematizar as principais contribuições à Macroeconomia a partir de duas perspectivas analíticas distintas, a de Keynes e a convencional, sumarizada por Joan Robinson. Sustentar-se-á que as diferentes classificações operadas por estas distintas abordagens geram indefinições na análise a respeito dos aspectos coincidentes e contraditórios das diversas teorias macroeconômicas.


Palavras-chave


Keynes; Joan Robinson; macroeconomia; história das ideias econômicas; economia clássica; economia neoclássica

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Hélio Afonso de Aguilar Filho, Hermógenes Saviani Filho

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
Fax: 55 21 2541-8148
e-mail: rec@ie.ufrj.br