DISPARIDADE SOCIOECONÔMICA E FLUXO MIGRATÓRIO CHINÊS: INTERPRETAÇÃO DE EVENTOS CONTEMPORÂNEOS SEGUNDO OS CLÁSSICOS DO DESENVOLVIMENTO

Frederick Fagundes Alves, Silvia Harumi Toyoshima

Resumo


Objetiva-se analisar a evolução do fluxo migratório chinês, focando na piora da distribuição de renda, na concentração dos investimentos e no planejamento para o desenvolvimento do interior da China, utilizando como suporte teórico os pensadores clássicos do desenvolvimento. Pôde-se verificar que as províncias com maiores investimentos são as mais procuradas pelos migrantes, que o fazem em busca de melhores oportunidades. A concentração da urbanização na região costeira e as desigualdades regionais na China poderão ser amenizadas por meio de um desenvolvimento regional focado nas províncias menos favorecidas, fazendo com que os trabalhadores busquem oportunidades em suas próprias províncias.

 


Palavras-chave


China; migração; planejamento regional; concentração dos investimentos; Hukou

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Frederick Fagundes Alves, Silvia Harumi Toyoshima

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
Fax: 55 21 2541-8148
e-mail: rec@ie.ufrj.br