POLÍTICA MONETÁRIA E MERCADO DE TRABALHO NO BRASIL

Michel Cândido de Souza

Resumo


A partir de um modelo dinâmico estocástico de equilíbrio geral (DSGE), seguindo Christoffel, Kuester e Linzert(2009) com fricções do tipo searching and matching, o presente estudo busca verificar os efeitos de um choque de política monetária negativo sobre o mercado de trabalho brasileiro. As simulações apontam que o choque leva ao aquecimento do consumo interno, aumento das contratações por parte das firmas e elevação do salário após o processo de barganha. No entanto, o mesmo choque reduz a probabilidade de novas vagas serem preenchidas, já que o aumento do número de matchesé menordo que o aumento de vagas disponíveis, o que dificulta uma queda mais acentuada no desemprego.Por fim, a comparação dos desvios padrão e correlações do modelo com os dados aponta para indícios de um possível processo de rigidez salarial forte no país, dificultando os ganhos do trabalhador.


Palavras-chave


política monetária; mercado de trabalho; searching and matching; DSGE

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Michel Cândido de Souza

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
Fax: 55 21 2541-8148
e-mail: rec@ie.ufrj.br