Mobilidade, acessibilidade e produtividade: nota sobre a valoração econômica do tempo de viagem na Região Metropolitana de São Paulo

Eduardo A. Haddad, Renato. S. Vieira

Resumo


O objetivo deste artigo é introduzir no debate sobre valoração do tempo de viagem dos trabalhadores urbanos uma visão alternativa sobre a integração de alguns de seus canais de transmissão para a economia. A relação entre tempo de deslocamento, mobilidade e produtividade é explorada, juntamente com a possibilidade de se capturar seus efeitos de equilíbrio geral em um sistema econômico espacial. O método proposto é aplicado para o caso da RMSP. Além de oferecermos parâmetros adicionais para avaliação econômica de projetos de mobilidade urbana na RMSP, efetuamos o cálculo das perdas econômicas associadas às fricções de mobilidade excessivas na região. 


Palavras-chave


modelagem de transporte; mobilidade urbana; modelos EGC; São Paulo; valor do tempo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Eduardo A. Haddad, Renato. S. Vieira

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br