Tipos de commodities, taxas de câmbio e crescimento econômico: evidências da maldição dos recursos naturais paro o Brasil

Michele Polline Veríssimo, Clésio Lourenço Xavier

Resumo


A literatura sobre a maldição dos recursos naturais argumenta que a especialização das exportações em commodities acarreta menores taxas de crescimento econômico. Este trabalho sugere que esse resultado depende do tipo de commodity analisada. Para isso, utiliza a metodologia de Vetores Autorregressivos e Funções de Resposta aos Impulsos para investigar a existência de efeitos negativos das exportações de alimentos, matérias-primas, minerais e energia sobre o crescimento econômico e a taxa de câmbio real brasileira, com base no período 2000-2011. Os resultados sinalizam alguma evidência da maldição dos recursos naturais no Brasil, uma vez que alimentos, matérias-primas e minerais contribuíram para explicar as menores taxas de crescimento econômico e a apreciação cambial. Todavia, tais evidências são fracas, pois ocorrem com alguma defasagem e têm curta duração.

Palavras-chave


Commodities; exportações; taxa de câmbio; crescimento; Brasil

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Michele Polline Veríssimo, Clésio Lourenço Xavier

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
Fax: 55 21 2541-8148
e-mail: rec@ie.ufrj.br