Os efeitos da política monetária sobre o produto no Brasil: evidência empírica usando restrição de sinais

Jocildo Fernandes Bezerra, Igor Ezio Maciel Silva, Ricardo Chaves Lima

Resumo


O presente trabalho tem por objetivo examinar os efeitos dos choques da política monetária sobre o Produto Interno Bruto (PIB) e sobre a produção industrial, usando, respectivamente, dados de periodicidades trimestral e mensal, cobrindo o período de 1995 a 2010. O método empregado foi o de Vetores Autorregressivos (VAR), tal como proposto por Uhlig (2005), que consiste em permitir que as dinâmicas do PIB e do produto industrial se ajustem livremente às restrições dos sinais das funções de impulso-resposta das demais variáveis do modelo. Os resultados obtidos revelam que choques na taxa de juros da política monetária produzem efeitos mais expressivos quando comparados com estudos anteriores. A decomposição histórica da variância mostra que os choques mantêm o PIB abaixo de sua tendência no período de 1996 a 2002, enquanto no caso do produto industrial, esse padrão ocorre em todo o período estudado.

Palavras-chave


Vetores autorregressivos; choques de política monetária

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Jocildo Fernandes Bezerra, Igor Ezio Maciel Silva, Ricardo Chaves Lima

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br