Impactos dos preços da gasolina e do etanol sobre a demanda de etanol no Brasil

André de Souza Melo, Yony de Sá Barreto Sampaio

Resumo


Este trabalho analisa a relação entre o mercado de gasolina e o de etanol. A literatura relaciona apenas o efeito substituição entre os combustíveis. No entanto, o Brasil, além de possuir um substituto direto da gasolina (o etanol), possui o etanol misturado na gasolina, de forma que pode existir um efeito complementaridade. Dessa forma, por meio do modelo de Vetores Autorregressivos Estruturais, procurou-se entender esses dois efeitos. Com relação aos resultados, nota-se no curto prazo que o efeito do preço da gasolina é maior na demanda de etanol. Em longo prazo, porém, os consumidores aumentam a demanda pelo biocombustível. Além disso, a entrada dos veículos flex no Brasil não ocasionou um aumento na demanda e no preço do etanol, porém, a crise afetou positivamente o preço do biocombustível. Como implicação, nota-se que a escolha do consumidor pela gasolina é predominante no curto prazo. No entanto, um aumento repentino no preço do combustível fóssil leva a uma substituição de combustíveis no prazo. Deve-se, assim, garantir o abastecimento de etanol no mercado doméstico para não afetar o consumidor com o aumento dos dois combustíveis no longo prazo

Palavras-chave


gasolina; etanol; efeito substituição; efeito complementaridade; vetores autorregressivos estruturais

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 André de Souza Melo, Yony de Sá Barreto Sampaio

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br