Padrão de consumo e pressão ambiental no Brasil

Lucio Flávio da Silva Freitas

Resumo


Este artigo examina as conexões entre o consumo das famílias e a pressão ambiental no Brasil. O objetivo é investigar como o aumento do consumo das famílias brasileiras nas últimas duas décadas modificou a pressão ambiental do sistema econômico. A avaliação é feita a partir da decomposição estrutural de um modelo de insumo produto associado aos dados das Pesquisas de Orçamentos Familiares. Exclusive os efeitos da Mudança de Uso da Terra e Florestas,o nível de emissão continua subindo com o aumento da produção e do consumo. O efeito composição diminuiu as emissões do consumo, quase exclusivamente devido ao setor agropecuário. O efeito tecnológico também reduziu o conteúdo de gases do efeito estufa (GEE) por unidade do PIB, entretanto, estas reduções foram superadas pelo efeito escala do consumo.

Palavras-chave


análise de decomposição estrutural; emissões de GEE; insumo-produto; padrão de consumo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Lucio Flávio da Silva Freitas

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br