Estrutura de ocupações e distribuição de rendimentos: uma análise da experiência brasileira nos anos 2000

Alexandre Gori Maia

Resumo


Em um contexto de profundas transformações na economia e no mercado de trabalho, o objetivo deste trabalho é analisar as relações entre a dinâmica da estrutura de ocupações e da distribuição de rendimentos no Brasil nos anos 2000. Primeiramente, verifica-se em que medida a prevalência de ocupações pouco qualificadas e de baixa remuneração contribui para o elevado estágio de exclusão e desigualdade do país. Verifica-se ainda como as mudanças na composição e nos rendimentos dos principais grupos ocupacionais contribuíram para o crescimento da renda e a redução da desigualdade no Brasil. Os resultados destacam a importância da estrutura ocupacional para compreensão das extremas diferenças socioeconômicas existentes no país.

Palavras-chave


estrutura ocupacional; ocupações; mercado de trabalho; desigualdade

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Alexandre Gori Maia

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
Fax: 55 21 2541-8148
e-mail: rec@ie.ufrj.br