Financiamento e diversidade produtiva: um modelo baseado em agentes com flutuações cíclicas emergentes

Teófilo Henrique Pereira de Paula, Marco Crocco

Resumo


As abordagens que consideram os choques externos como causa principal das flutuações econômicas têm dominado o debate sobre o tema. De fato, a ideia de que instabilidades podem se originar endogenamente sempre esbarrou em dificuldades de formalização ao pressupor a existência de processos não lineares e cumulativos como intrínsecos ao sistema econômico. Recentemente, a utilização de ferramentas computacionais tem permitido a superação de muitos desses obstáculos. Nessa perspectiva, o presente trabalho tem como objetivo analisar o comportamento agregado de um sistema econômico caracterizado pela interação entre unidades individuais heterogêneas que tomam decisões de forma descentralizada em um ambiente incerto. A metodologia utilizada se baseia na construção e na implementação computacional de um modelo de simulação baseado em agentes (agent-based model). Particularmente, uma estrutura industrial com diferenciação assimétrica de produtos é conectada a um sistema financeiro por meio do mercado de crédito. Dentre os principais resultados, crises financeiras com características bastante próximas daquelas descritas por Minsky emergem da evolução do sistema.

Palavras-chave


agentes; moeda; diferenciação de produtos; incerteza

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Teófilo Henrique Pereira de Paula, Marco Crocco

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br