AVALIAÇÃO DO PROGRAMA DE PRODUTIVIDADE EM PESQUISA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS: UM OLHAR SOB A ÓTICA DA ECONOMIA COMPORTAMENTAL [EVALUATION OF THE PRODUCTIVITY IN RESEARCH PROGRAM OF THE FEDERAL UNIVERSITY OF TOCANTINS: A LOOK UNDER THE OPTICS OF THE BEHAVIORAL ECONOMICS]

Igor Feitosa Lacorte Ayroza, Waldecy Rodrigues, Hainnan Rocha, Manoel Pedroza Filho

Resumo


RESUMO: O presente estudo buscou compreender os efeitos do uso de incentivos na produtividade dos docentes beneficiados pelo Programa de Produtividade em Pesquisa (PPP) da Universidade Federal do Tocantins (UFT), sob a ótica da Economia Comportamental. Teve como objetivos (i) verificar se,por meio dos incentivos, os indivíduos aumentaram ou não a produtividade em pesquisa; (ii) identificar quais características individuais impactaram mais a propensão dos indivíduos a ingressarem no programa; e (iii) analisar se os resultados obtidos convergiram ou divergiram da teoria da Economia Comportamental. Foi realizada análise documental (AD), na qualforam analisados os currículos Lattes dos 125 integrantes da amostra. Com os resultados obtidos na AD, foram utilizadosos métodos de avaliação de impacto Propensity Score Matching e Diferença em Diferenças para aferir o efeito do tratamento. Durante a vigência do programa, houve aumento da média de produtividade nos dois grupos analisados, porém com maior evolução no grupo de controle, o que demonstra os limites dos incentivos financeiros sobre o desempenho dos indivíduos, como preconiza os pressupostos teóricos da Economia Comportamental.

PALAVRAS-CHAVE: economia comportamental; produtividade dos docentes; incentivos financeiros

=========================

ABSTRACT: The present study sought to understand the effects of the use of incentives on the productivity of teachers benefiting from the Research Productivity Program (PPP) of the Federal University of Tocantins (UFT), from the perspective of Behavioral Economics. It had as objectives, (i) to verify if through the incentives, the individuals increased or not the productivity in research; (ii) identify which individual characteristics most impacted individuals’ propensity to enter the program; (iii) to analyze whether the results obtained converged or diverged from the theory of behavioral economics. A documentary analysis (DA) was performed, where the Lattes curriculum of the 125 sample members were analyzed. With the results obtained in the DA, the impact assessment methods Propensity Score Matching and Difference in Differences were used to gauge the treatment effect. During the validity of the program, there was an increase in the average productivity in the two groups analyzed. In general, the results achieved converged with the theoretical assumptions of Behavioral Economics.

KEYWORDS: behavioral economics; teacher productivity; financial incentives


Palavras-chave


economia comportamental; produtividade dos docentes; incentivos financeiros

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Igor Feitosa Lacorte Ayroza, Waldecy Rodrigues, Hainnan Rocha, Manoel Pedroza Filho

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
Fax: 55 21 2541-8148
e-mail: rec@ie.ufrj.br