TRABALHO INFANTIL: PERSISTÊNCIA INTERGERACIONAL E DECOMPOSIÇÃO DA INCIDÊNCIA ENTRE 1992 E 2004 NO BRASIL RURAL E URBANO // CHILD LABOR: INTERGENERATIONAL PERSISTENCE AND INCIDENCE DECOMPOSITION IN RURAL AND URBAN BRAZIL BETWEEN 1992 AND 2004

Juliana Maria Aquino, Maurício Machado Fernandes, Elaine Toldo Pazello, Luiz Guilherme Scorzafave

Resumo


RESUMO: O objetivo deste artigo é diagnosticar a existência da transmissão intergeracional do trabalho infantil, utilizando modelos Probit para as regiões rurais e urbanas do Brasil. Além disso, decompomos a variação do trabalho infantil entre 1992 e 2004 para investigar os fatores determinantes na queda do trabalho infantil no período. Os resultados da pesquisa mostram que o fato de os pais terem sido trabalhadores infantis tem um efeito positivo e signifi cante sobre a probabilidade de seus filhos trabalharem, tanto nas áreas urbanas quanto rurais do Brasil. Entretanto, a magnitude desse impacto é muito mais acentuada na zona rural. Além disso, um dos fatores principais para a queda da incidência do trabalho infantil no período foi o aumento da escolaridade dos pais e mães.

ABSTRACT: The aim of this paper is to investigate if there is child labor intergenerational persistence, using separating Probit models for urban and rural areas of Brazil. Moreover, we decompose the child labor variation between 1992 and 2004 in order to understand the factors behind the child labor decrease in the period. The results show that if the parents were child workers in the past, this increases the probability of child labor of their children and this is true in Brazilian urban and rural areas. However, the impact is stronger in rural areas. Moreover, an important factor explaining the fall of child labor in the period was the increase of parents’ schooling.


Palavras-chave


trabalho infantil; persistência intergeracional; Brasil rural; decomposição //

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Juliana Maria Aquino, Maurício Machado Fernandes, Elaine Toldo Pazello, Luiz Guilherme Scorzafave

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br