MERCADO DE TRABALHO, SALÁRIO-MÍNIMO E DISTRIBUIÇÃO DE RENDA NO BRASIL NO PASSADO RECENTE // LABOR MARKET, MINIMUM WAGE, AND INCOME DISTRIBUTION IN BRAZIL IN THE RECENT PAST

João Saboia, João Hallak Neto, André Simões, Paulo Dick

Resumo


RESUMO: O presente estudo trata da evolução do mercado de trabalho brasileiro e da distribuição de rendimentos do trabalho na recente desaceleração e crise da economia brasileira. Entre 2012 e 2019, ocorreram transformações significativas marcadas pelo aumento do desemprego e da informalidade, sobretudo em 2015 e 2016. Os indicadores de desigualdade de rendimentos, contudo, apresentaram tendência distinta, com continuidade da desconcentração que vinha sendo observada até 2016. A partir da utilização de duas fontes de dados produzidas pelo IBGE, PNAD e PNAD Contínua, é desenvolvida a análise econométrica que buscou identificar os efeitos do comportamento da economia e do salário-mínimo sobre os diferentes níveis de rendimento do trabalho. Como resultados encontrados houve a confirmação do importante efeito do salário-mínimo sobre os níveis baixos/médios de rendimento do trabalho, corroborando e qualificando outros estudos que destacaram o papel do salário-mínimo na melhoria da distribuição de renda do país para períodos anteriores. Foi também observado que o salário-mínimo praticamente não influencia os rendimentos dos dois primeiros décimos da distribuição, sendo seu maior efeito percebido entre o terceiro e o sétimo décimos da distribuição de renda. Para os décimos superiores, o comportamento da economia possui maior peso na determinação dos rendimentos.

==============

ABSTRACT:  This study examines Brazil's labor market and labor income distribution from 2012 to 2019 when the country faced economic deceleration and crisis. During the period, the labor market experienced significant transformations such as increased unemployment and informality, especially in 2015 and 2016. However, income inequality indicators showed a somewhat distinct trend with continued deconcentration until 2016. Using data from the IBGE/PNAD databases, the econometric analysis examined the effects of economic indicators and the minimum wage on labor income. The results confirm that the minimum wage had a significant impact on low/average levels of labor income, corroborating and qualifying other studies that highlighted the role of the minimum wage in improving the country's income distribution in previous periods. It was also observed that the minimum wage had little influence on the earnings of the first two-tenths of the distribution. Its most significant effect was observed between the third and seventh tenths of the income distribution. For the top tenths, economy indicators had more considerable weight in determining income.


Palavras-chave


mercado de trabalho; distribuição de renda; renda do trabalho; salário-mínimo // labor market; income distribution; labor income; minimum wage

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 João Saboia, João Hallak Neto, André Simões, Paulo Dick

Instituto de Economia da UFRJ

Avenida Pasteur, 250, Palácio Universitário, sl 114 
Urca, Rio de Janeiro, RJ, CEP 22290-240, Rio de Janeiro - RJ Brasil
Tel.: 55 21 3873-5242
e-mail: rec@ie.ufrj.br