Processo de Convergência e Adoção das IFRS: Estudo de Caso do Brasil

Ana Maria da Paixão Duarte, Irina Saur Amaral, Graça Maria do Carmo Azevedo

Resumo


O presente estudo tem como objetivo geral analisar, a partir de uma perspectiva teórica institucional, como se deu o processo de convergência e adoção das IFRS no contexto social brasileiro. Para isto, foi realizado um estudo de caso com fundamentação teórica resultante da combinação do modelo conceitual de mudança institucional proposto por Dillard et al. (2004) com o modelo de implementação de um sistema de normas de contabilidade baseado nas IFRS proposto por Guerreiro et al. (2014), onde os processos de institucionalização, transformação e destitucionalização ocorrem continuamente influenciados pelas ações dos indivíduos, indicadas como critérios e práticas sociais, articuladas recursivamente e em forma de cascata, por três níveis do sistema social: i) o nível econômico e político, nível social abrangente; ii) o nível do campo organizacional; e o nível organizacional. Os resultados indicam que os critérios legais produzidos no nível econômico e político facilitaram as relações colaborativas transnacionais entre os atores do CPC e do IASB para promover a mudança social divergente no nível do campo organizacional. No nível organizacional foram acomodadas práticas operacionais consistentes com as normas internacionais, no padrão do IASB, para as empresas de capital aberto, as empresas de grande porte e as PME, e práticas operacionais sem equivalentes internacionais, no padrão da ONU, para as MEP, ambas essas práticas regulamentadas pelo CFC. A principal contribuição acadêmica oferecida pelos resultados deste estudo de caso é a aplicação de um modelo de mudança institucional capaz de reconhecer o processo de institucionalização influenciado pelas ações dos indivíduos à luz da Teoria Institucional e da Teoria da Estruturação nos diversos níveis do sistema social. Além disso, esse estudo é altamente relevante para os preparadores e os reguladores das normas internacionais de contabilidade no Brasil.


Palavras-chave


Processo de convergência; Adoção das IFRS; Estudo de caso; Brasil.

Texto completo:

PDF

Referências


ALBU, N. et al. A story about IAS/IFRS implementation in Romania. Journal of Accounting in Emerging Economies, v. 1, n. 1, p. 76-100, 2011. ISSN 2042-1168. Disponível em: < http://www.emeraldinsight.com/doi/pdfplus/10.1108/20421161111107868 >.

ALON, A.; DWYER, P. D. Early Adoption of IFRS as a Strategic Response to Transnational and Local Influences. The International Journal of Accounting, v. 49, n. 3, p. 348-370, 2014. ISSN 00207063. Disponível em: < http://ac.els-cdn.com/S0020706314000661/1-s2.0-S0020706314000661-main.pdf?_tid=9dc86db4-205b-11e6-b67b-00000aacb362&acdnat=1463949034_252ad40f51a1a7ecbb15767099a0d939 >.

ANTUNES, M. T. P. et al. A Adoção no Brasil das Normas Internacionais de Contabilidade IFRS: O Processo e seus Impactos na Qualidade da Informação Contábil. Revista de Economia & Relações Internacionais, v. 10, n. 20, p. 5-19, 2012.

BACEN. Convergência das Normas Contábeis do SFN às Normas Internacionais. Brasília: BACEN. 2006.

BALL, R. International Financial Reporting Standards (IFRS): pros and cons for investors. Accounting and Business Research, International Accounting Policy Forum, p. 5-27, 2006.

BALL, R.; KOTHARI, S. P.; ROBIN, A. The effect of international institutional factors on properties of accounting earnings. Journal of Accounting & Economics, v. 30, n. 1, p. 1-51, Oct 2000. ISSN 0165-4101. Disponível em: < ://WOS:000168346300006

http://ac.els-cdn.com/S0165410101000076/1-s2.0-S0165410101000076-main.pdf?_tid=bd7e8012-205b-11e6-9f86-00000aacb360&acdnat=1463949087_9aad826cdff0c4320ff98a2506e6374d >.

BRAGA, J. P. et al. Análise do impacto das mudanças nas Normas Contábeis Brasileiras: um estudo comparativo dos indicadores econômico-financeiros de companhias brasileiras para o ano de 2007. Revista Contemperânea de Contabilidade, v. 8, n. 15, p. 105-128, 2011.

BRASIL. Lei nº 6.404, que dispõe sobre as Sociedades por Ações. Brasília: Publicada no D.O.U de 17 de dezembro de 1976. 1976.

______. Lei n.º 11.638, que altera e revoga dispositivos da Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, e da Lei nº 6.385, de 7 de dezembro de 1976, e estende às sociedades de grande porte disposições relativas à elaboração e divulgação de demonnstrações financeiras. Brasília: Publicada no D.O.U de 28 de dezembro de 2007. 2007.

CARMONA, S.; TROMBETTA, M. On the global acceptance of IAS/IFRS accounting standards: The logic and implications of the principles-based system. Journal of Accounting and Public Policy, v. 27, n. 6, p. 455-461, 2008. ISSN 02784254.

CFC. Norma NBC-T 1, que aprova Princípios Fundamentais de Contabilidade. Brasília: Publicada no D.O.U de 26 de janeiro de 1982. 1981.

______. Resolução CFC nº 750, que dispõe sobre os princípios fundamentais de contabilidade (PFC). Brasília: Publicada no D.O.U de 31 de dezembro de 1993. 1993.

______. Resolução CFC nº 774, que aprova o apêndice à resolução sobre os Princípios Fundamentais de Contabilidade. Brasília: Publicada no D.O.U de 18 de janeiro de 1985. 1994.

______. Resolução CFC nº 1.282, que atualiza e consolida dispositivos da Resolução CFC 750/93. Brasília: Publicada no D.O.U de 02 de junho de 2010. 2010.

______. Resolução CFC nº 1.374, dá nova redação à NBC TG - Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Relatório Contábil-Financeiro. Brasília: Publicada no D.O.U de 16 de dezembro de 2011. 2011.

CHAND, P.; PATEL, C. Convergence and harmonization of accounting standards in the South Pacific region. Advances in Accounting, v. 24, n. 1, p. 83-92, 2008. ISSN 08826110.

CRESWELL, J. W. Projeto de pesquisa: métodos qualitativo, quantitativo e misto. Porto Alegre: Artmed, 2010. 296 ISBN 978-85-363-2300-8.

CVM. Deliberação nº 29, que aprova o pronunciamento do IBRACON sobre a Estrutura Conceitual Básica da Contabilidade. Brasília: Publicada no D.O.U de 13 de fevereiro de 1986. 1986.

______. Deliberação CVM nº 488, que aprova o pronunciamento do IBRACON NPC nº 27 sobre Demonstrações Contábeis - Apresentação e Divulgações. Brasília: Publicada no D.O.U de 06 de outubro de 2005. 2005a.

______. Deliberação CVM nº 489, que aprova o Pronunciamento do IBRACON NPC nº 22 sobre Provisões, Passivos, Contingências Passivas e Contingências Ativas. Brasília: Publicada no D.O.U de 06 de outubro de 2005. 2005b.

DILLARD, J. F.; RIGSBY, J. T.; GOODMAN, C. The making and remaking of organization context. Accounting, Auditing & Accountability Journal, v. 17, n. 4, p. 506-542, 2004. ISSN 0951-3574.

DOMENICO, D. D.; MAGRO, C. B. D.; KLANN, R. C. Impactos da Adoção das Normas Contábeis Internacionais Completas (Full IFRS) Nos Indicadores Econômico-Financeiros de Empresas Listadas na BOVESPA. RIC - Revista de Informação Contábil, v. 8, n. 1, p. 52-70, 2014.

FREIRE, M. D. M. et al. Aderência às Normas Internacionais de Contabilidade pelas Empresas Brasileiras. Revista de Contabilidade e Organizações, v. 6, n. 1, p. 3-22, 2012.

GIDDENS, A. Dualidade da estrutura. Agência e estrutura. Oeiras, Portugal: Celta Editora, 2000. ISBN 972-774-063-4.

______. A constituição da sociedade. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2009. 458 ISBN 978-85-7827-068-1.

GREENWOOD, R.; SUDDABY, R. Institutional entrepreneurship in mature fields: The big five accounting firms. Academy of Management Journal, v. 49, n. 1, p. 27-46, 2006.

GUERREIRO, M. S.; RODRIGUES, L. L.; CRAIG, R. Institutional Change of Accounting Systems: The Adoption of a Regime of Adapted International Financial Reporting Standards. European Accounting Review, v. 24, n. 2, p. 379-409, 2015. ISSN 0963-8180

-4497. Disponível em: < http://www.tandfonline.com/doi/pdf/10.1080/09638180.2014.887477 >.

HASSAN, M. K. The Development of Accounting Regulations in Egypt. Managerial Auditing Journal, v. 23, n. 5, p. 467-484, 2008. ISSN 0268-6902.

HOPPER, T.; MAJOR, M. Extending Institutional Analysis through Theoretical Triangulation: Regulation and Activity-Based Costing in Portuguese Telecommunications. European Accounting Review, v. 16, n. 1, p. 59-97, 2007. ISSN 0963-8180

-4497.

IRVINE, H. The global institutionalization of financial reporting: The case of the United Arab Emirates. Accounting Forum, v. 32, n. 2, p. 125-142, 2008. ISSN 01559982. Disponível em: < http://ac.els-cdn.com/S0155998207000737/1-s2.0-S0155998207000737-main.pdf?_tid=712fd5fc-205c-11e6-a00d-00000aacb35d&acdnat=1463949389_5e660a6fffe106bf78532b887ea2081d >.

IUDÍCIBUS, S. D.; LOPES, A. B. Teoria avançada da contabilidade. São Paulo: Atlas, 2004. ISBN 85-224-3775-0.

JUNQUILHO, G. S. Condutas gerenciais e suas raízes: uma proposta de análise à luz da teoria da estruturação. RAC, v. Edição Especial, 2003.

LARSON, R. K.; STREET, D. L. Convergence with IFRS in an expanding Europe: progress and obstacles identified by large accounting firms’ survey. Journal of International Accounting, Auditing and Taxation, v. 13, n. 2, p. 89-119, 2004. ISSN 10619518.

LOPES, A. B.; MARTINS, E. Teoria da contabilidade: uma nova abordagem. São Paulo: Editora Atlas, 2005. ISBN 85-224-4166-9.

LOUNSBURY, M.; CRUMLEY, E. T. New Practice Creation: An Institutional Perspective on Innovation. Organization Studies, v. 28, n. 7, p. 993-1012, 2007. ISSN 0170-8406.

MACEDO, M. A. S. et al. Análise do impacto da substituição da DOAR pela DFC: um estudo sob a perspectiva do value-relevance. Revista de Contabilidade & Finanças, v. 22, n. 57, p. 299-318, 2011.

MCGEE, R. W.; PREOBRAGENSKAYA, G. G. Problems of Implementing International Accounting Standards in a Transition Economy: A Case Study of Russia. Presented at the 8th International Conference on Global Business and Economic Development 2003.

MEYER, J. W.; ROWAN, B. Institutionalized Organizations: Formal Structure as Myth and Ceremony. American Journal of Sociology, v. 33, n. 2, p. 340-363, 1977.

NURUNNABI, M. The impact of cultural factors on the implementation of global accounting standards (IFRS) in a developing country. Advances in Accounting, v. 31, n. 1, p. 136-149, 2015. ISSN 08826110. Disponível em: < http://ac.els-cdn.com/S0882611015000164/1-s2.0-S0882611015000164-main.pdf?_tid=c5ac89d6-205c-11e6-ab04-00000aab0f01&acdnat=1463949530_04f5d555bca1f19008e43b85589714d3 >.

RAHAMAN, M. Z. M. A. S. The Adoption of International Accounting Standards in Bangladesh. Accounting, Auditing & Accountability Journal, v. 18, n. 6, p. 816-841, 2005. ISSN 0951-3574. Disponível em: < http://www.emeraldinsight.com/doi/pdfplus/10.1108/09513570510627720

http://www.emeraldinsight.com/doi/abs/10.1108/09513570510627720 >.

RICHARDSON, A. J.; EBERLEIN, B. Legitimating Transnational Standard-Setting: The Case of the International Accounting Standards Board. Journal of Business Ethics, v. 98, n. 2, p. 217-245, 2010. ISSN 0167-4544

-0697.

SEO, M.-G.; CREED, W. E. D. Institutional contradictions, praxis, and institutional change: a dialectical perspective. Academy of Management Review, v. 27, n. 2, p. 222-247, 2002.

SUCHER, P.; JINDRICHOVSKA, I. Implementing IFRS: A Case Study of the Czech Republic. Accounting in Europe, v. 1, 2004.

TOKAR, M. Convergence and the Implementation of a Single Set of Global Standards:The Real-Life Challenge. Nw. J. Int'l L. & Bus., v. 25, n. 3 spring, p. 687-710, 2005.

WEBER, M. Economia e sociedade. Brasília: Editora Universidade de Brasília, 2012. ISBN 978-85-230-0314-2.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman, 2005. 212 ISBN 85-363-0462-6.

ZEFF, S. A. A Evolução do IASC para o IASB e os Desafios Enfrentados. Revista de Contabilidade & Finanças, v. 25, n. Edição "História da Contabilidade", p. 300-320, 2014.

ZHANG, Y. Y.; UCHIDA, K.; BU, H. How do accounting standards and insiders' incentives affect earnings management? Evidence from China. Emerging Markets Review, v. 16, p. 78-99, Sep 2013. ISSN 1566-0141. Disponível em: < ://WOS:000323858600005

http://ac.els-cdn.com/S1566014113000344/1-s2.0-S1566014113000344-main.pdf?_tid=23c0fda4-205d-11e6-af5e-00000aacb360&acdnat=1463949688_77ce4fbf57ff221e4fc4475436c23f61 >.




DOI: https://doi.org/10.21446/scg_ufrj.v0i0.27293

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2018 Ana Maria da Paixão Duarte, Irina Saur Amaral, Graça Maria do Carmo Azevedo

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.

Indexadores: 

Directory of Open Access Journals SPELL Scholar EBSCO

 
-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Vínculo Institucional:

Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis 
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 
Av. Pasteur, 250 - Urca - Rio de Janeiro - 22.290-240 
Tel./Fax: (21) 3938-5119

Ficha Catalográfica:

Sociedade, Contabilidade e Gestão [recurso eletrônico]/ Programa de Pós-Graduação em Ciências Contábeis da Universidade Federal do Rio de Janeiro. -- v. 1, n. 1, 2° semestre de 2006 -- Rio de Janeiro: UFRJ, 2006-.v. 
Quadrimestral 
Semestral 2006-2012
ISSN 1982-7342

1. Contabilidade e Gestão. I. Universidade Federal do Rio de Janeiro -- Faculdade de Administração e Ciências Contábeis.