A ação climática brasileira diante da governança global do clima a partir de uma ecologia de saberes

Luma Teixeira Dias, Pedro Ninô de Carvalho

Resumo


No âmbito da governança global do clima, o Brasil firmou o compromisso de contribuir com soluções alinhadas às proposições dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e do Acordo de Paris. Considerando-se epistemologias do Sul e do Norte Global como base teórica, pergunta-se de que forma o Brasil assimila perspectivas diversas no desenho e na execução de suas políticas climáticas. A metodologia é composta por pesquisa bibliográfica entre os principais autores da Economia do Meio Ambiente e da Ecologia Política Latino-americana. A hipótese aponta para um domínio do pensamento eurocêntrico no processo de assimilação das metas acordadas multilateralmente à implementação local. Ainda, a pesquisa assinala que o Brasil tem condições fartas para incorporar as visões do Sul em seus planos de ação climática.


Palavras-chave


ODS 13; Acordo de Paris; Epistemologias do Sul; Sul Global; Ação Climática.

Texto completo:

PDF Remoto

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.